Estátua de Marilyn Monroe volta a Palm Springs sob aplausos e críticas

Por Norma Galeana

(Reuters) – Marilyn Monroe voltou a Palm Springs, no Estado norte-americano da Califórnia, em grande estilo — mas nem todos estão felizes.

Uma estátua de 7,9 metros da estrela de Hollywood com seu famoso vestido branco esvoaçante foi inaugurada diante do Museu de Arte de Palm Springs, que fica voltado para Palm Canyon Drive, a principal via turística da cidade, no domingo.

A obra de arte, esculpida por John Seward Johnson II em 2011, foi inspirada por uma cena do filme “O Pecado Mora ao Lado”. Ela foi emprestada para Palm Springs pela primeira vez em 2012 por 26 meses e transferida para Nova Jersey em 2014, disse Aftab Dada, presidente da P.S. Resorts, um grupo de hospitalidade local.

A estátua já é popular para fotos, e a comunidade acredita que ela aumentará o trânsito de visitantes com base na experiência anterior, disse Dada. “E naquela época de 2012, 13, 14, a explosão das redes sociais não era tão sensacional quanto é agora”, acrescentou.

Morador de Palm Springs, John McDermott, de 77 anos, deu uma olhada durante seu passeio de bicicleta matinal.

“Falo pela vasta maioria dos moradores de Palm Springs, onde todos estão exultantes de tê-la de volta, absolutamente exultantes”.

Mas a estátua desagradou Brooks Thomas, de 50 anos, que mora na cidade há oito anos.

“É absurdo que você sairá do museu e verá a parte de trás da calcinha de alguém”, disse. “As pessoas têm todo tipo de problema com outras coisas que acham obscenas, mas isto, sabe, elas acham que é aceitável”.