Ex-policial militar faz sucesso como crocheteiro no centro de Foz

Além do artesanato, o crocheteiro cursa filosofia e lançará seu terceiro livro

O ex-policial Marcos Ziemann aprendeu a fazer crochê em uma unidade penitenciária em Bauru (SP). Há 25 anos, o artesão faz tapetes para vender e há 15 anos faz da Avenida JK seu ponto de venda. Além dos tapetes e artesanatos, o crocheteiro também prática saxofone e alegra quem passa pela avenida.

Através do crochê, Marcos decidiu voltar a estudar, é geólogo formado e acadêmico do terceiro ano de filosofia também é escritor e está prestes a lançar seu terceiro livro.

Veja mais detalhes sobre essa matéria na reportagem completa do Destaque – Foz do Iguaçu e região desta terça-feira (09):