DJ processa Pocah e pede indenização de R$ 262 mil por questões trabalhistas

A cantora Pocah está sendo processada por questões trabalhistas. Segundo o colunista Leo Dias, do Metrópoles, Daniel Gripp, conhecido como DJ Malukin, afirma ter trabalhado nove anos para a cantora, mas ter sido mandado embora sem aviso prévio durante a pandemia.

A ação tramita na 9ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro e pede que o ex-funcionário receba indenização de R$ 262 mil. 

“O Reclamante foi dispensado injustamente e, atualmente, encontra-se desempregado, não possuindo qualquer fonte de renda”, escreveu o advogado de Daniel nos autos do processo. 

De acordo com a coluna, o DJ tem prints de conversas e fotos que comprovam seu vínculo empregatício com Pocah e procurou a Justiça após não receber resposta da equipe da cantora. 

A assessoria da artista informou ao Metrópoles que Pocah ainda não tem conhecimento da ação.

Informações do Fofocalizando – SBT