Leo Picon xinga seguidores após críticas por fazer piada com serial killer Lázaro

O influenciador digital Leo Picon gerou polêmica nas redes sociais após relacionar a pandemia com o serial killer Lázaro Barbosa, que está sendo procurado pela polícia e tem aterrorizado a população de Brasília. 

“Verdade que o Lázaro é uma ‘fake news’ para deixar as pessoas com medo de sair de casa e evitar a terceira onda?”, escreveu no Twitter. 

O comentário rapidamente gerou repercussão negativa. Muitos internautas afirmaram que o influenciador foi desrespeitoso com as famílias das vítimas do assassino

Após apagar o tweet, Picon gravou uma sequência de stories em seu Instagram, a fim de responder às críticas

“Eu apaguei o tweet porque eu percebi que tinha gente incomodada, mas, assim, eu fiz uma piada sobre o quão assustador é o comportamento desse cara, que dá medo de sair na rua, [citei] terceira onda e fake news. Eu peguei três assuntos e em nenhum momento faltei com respeito”, explicou.

“Para as pessoas que acharam um absurdo. Eu falo pra vocês, galerinha. Vocês precisam chupar uma ro**. Não precisa ser a minha, fiquem tranquilos. Mas acho que é uma boa sugestão que eu dou. Vocês precisam, velho.”

“E digo mais, eu não tenho problema em mandar vocês todos tomarem no c*. Tá aparecendo gente do quinto dos infernos enchendo o meu saco. Não gostou? Não gostou. Fo**-se. Não gasta seu tempo me xingando, nem ninguém. Quem são vocês? Po*** nenhuma”, afirmou o influenciador. 

“Quando eu erro, eu reconheço. A piada foi boa? Não, não foi tão boa. Mas aí também… Têm humoristas piores que tão vivendo disso, de piadas piores que a minha, que eu fiz por hobby”, concluiu Picon, aos risos.

Informações do Fofocalizando – SBT