Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Energia e irreverência: Thirty Seconds to Mars lota Teatro Positivo

Energia e irreverência: Thirty Seconds to Mars lota Teatro Positivo

Esqueça a história de que teatro é local para assistir aos shows sentado, de forma contida e sem extravasar: nada disso aconteceu durante a apresentação extasiante do grupo norte-americano Thirty Seconds to Mars no último domingo (30), no Teatro Positivo, em Curitiba. Ao fechar os olhos e deixar só a energia presente, os fãs, que lotaram o espaço, facilmente esqueceram que estavam dentro de um teatro, sentindo-se parte de uma grande multidão comandada pela irreverência do cantor e ator Jared Leto.

A primeira passagem dos artistas pela capital paranaense foi marcada por um público enlouquecido, formado por fãs de todas as idades que afirmavam estar realizando um sonho. Aos poucos as cadeiras do teatro foram sendo preenchidas e construíram uma verdadeira multidão, que não se limitou aos seus lugares para aproveitar o show eletrizante que logo começaria. Cartazes, rostos pintados e até mesmo bandeiras também fizeram parte do espetáculo, que ultrapassou o espaço delimitado pelo palco.

(Foto: Fabiano Guma)(Foto: Fabiano Guma) 

Quando os irmãos Shannon e Jared Leto finalmente apareceram, os gritos chegaram a ser mais altos que o próprio sistema de som. Com uma forma irreverente e característica também do grande ator que mostrou ser, o vocalista deu início à noite com a canção Up in The Air, levando os fãs à loucura em cada letra ou nota. E foi assim do primeiro ao último segundo: cadeiras serviram somente para apoiar bolsas, enquanto o público aproveitava para extravasar a energia e cantar cada trecho das 16 músicas escolhidas para integrar o setlist.

Esbanjando simpatia e arriscando poucas palavras em português, Jared também mostrou esquecer a barreira invisível que supostamente separava artista e público. O cantor escolheu os “melhores dançarinos de todo o mundo” para subirem ao palco e dançarem ao som da sexy Rescue Me, andou por entre as cadeiras frontais e ainda deu um show de fofura ao convidar a pequena Sofia Vitória, de quatro anos, para dar um “hello” ao público. Acompanhada da mãe, a mini-fã aproveitou os minutos no colo do cantor para contar seu nome, sua idade e afirmar, convencida, que queria continuar ali com ele.

(Foto: Fabiano Guma)(Foto: Fabiano Guma) 

Integrando o setlist, as tão características músicas recheadas de ‘uouou’ para os fãs cantarem junto também estiveram presentes, assim como os balões coloridos que tomaram o teatro. As fortes King and Queens, This is War e Hurricane foram entoadas como se aquele fosse o último segundo de vida de quem estava presente, assim como o ‘hino’ do grupo, Closer To The Edge, responsável por encerrar a apresentação. Neste momento, Jared chamou uma centena de fãs para subir ao palco, transformando todo o teatro em uma grande multidão, extasiada e realizada.

(Foto: Fabiano Guma)(Foto: Fabiano Guma) 

E assim como diz a própria letra da música, os fãs confirmaram, com punhos cerrados: ‘não, eu nunca vou esquecer’.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo