Gusttavo Lima é condenado a pagar indenização por vazar telefone em letra de música

A Vara Cível de Pará de Minas condenou Gusttavo Lima a indenizar um idoso por conta da letra da música Bloqueado, lançada em dezembro de 2021.

O idoso entrou na Justiça após começar a receber inúmeras ligações e mensagens no número de celular que usava. Coincidentemente, o mesmo número estava na canção do sertanejo. O pedido de indenização foi no valor de R$ 10 mil.

Gusttavo argumentou dizendo não ter sido o autor da composição da música. Porém, os advogados da vítima alegaram que o cantor pediu aos fãs que ligassem para o telefone.

A juíza Silmara da Silva Barros ficou do lado do idoso, já que ele ficou impossibilitado de usar o celular pelo volume de mensagens enviadas pelos seguidores do artista.

“O requerido Nivaldo Batista Lima [nome verdadeiro do sertanejo], por meio de seu perfil na rede social Instagram, onde possui mais de 40 milhões de seguidores, acabou por estimular seus fãs a ligarem para o número […] idêntico ao contato do autor. Nesse aspecto, a conduta do requerido Nivaldo Batista Lima se revestiu de culpa, uma vez que foi imprudente, considerando que as suas publicações, em razão do número expressivo de seguidores, ganham alcance nacional, despertando reações e atitudes diversas”, informou a decisão judicial.

A defesa de Gusttavo Lima se pronunciou dizendo que irá recorrer da decisão: “Como já mencionamos anteriormente, é importante ressaltar que Gusttavo Lima é apenas o intérprete da música ‘Bloqueado’. Os compositores são as pessoas que criam a obra e inseriram um número aleatório, sem indicar quem seja, muito menos o DDD”.