Leonardo defende Gusttavo Lima e nega perseguição aos sertanejos

O cantor Leonardo defendeu Gusttavo Lima na polêmica envolvendo o cachê de R$ 800 mil da Prefeitura de São Luís, em Roraima, e ter diversas apresentações canceladas nos últimos dias. Ao site Metrópoles, Léo disse que o colega não está errado e pediu igualdade.

“Dentro da lei, tudo se resolve. A lei tem que ser para todos. A CPI tem que voltar em muitos setores, inclusive na dos empresários, e não porque artista A ou B falou alguma coisa. Gusttavo Lima não está errado. O artista vai onde o povo está”, disse ele, citando as diversas investigações que estão em curso para apurar os valores pagos aos artistas.

Leonardo não vê perseguição ao gênero e garante que não faria show se soubesse que a verba estaria desfalcando a pasta da Saúde, por exemplo. A lisura do contratante, segundo ele, deve ser levado em conta.

“Quem contrata é que tem que saber se tem verba para Cultura ou não. Se eu souber que tirou verba da Saúde, eu não faço show. Isso tudo só está prejudicando o meio artístico. Não tem que ter briga nem de um lado nem de outro, tem que apurar as irregularidades”, disse.

Informações do Fofocalizando.