Sindicato nega registro de atriz para Juliette: “Não há embasamento profissional”

A campeã do BBB21Juliette Freire, teve o registro profissional para atuar como atriz, conhecido como DRT, negado, segundo confirmou o presidente do Sindicato dos Artistas, Hugo Gross, ao jornal O Dia. 

Segundo ele, o pedido passou pelo processo de tramitação normal, mas no fim não foi aceito. “A gente não pode liberar o registro para Juliette porque não há trabalhos suficientes que comprovem que ela seja atriz. Portanto, não há embasamento profissional para que ela detenha um DRT”, explicou.

“O documento enviado pela equipe de Juliette, com o objetivo de comprovar seus trabalhos como atriz, tinha apenas imagens da cantora fazendo comerciais para algumas lojas após sua saída do BBB”, explicou Hugo ao jornal.

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, o objetivo do registro seria para que a ex-sister pudesse atuar no remake de Pantanal, da TV Globo. 

Apesar da recusa, nem tudo está perdido. A equipe de Juliette ainda pode realizar uma “solicitação especial”. Além disso, a Globo pagaria 20% do cachê para o Sindicato dos Artistas, a fim de que o órgão libere uma autorização específica para um determinado papel. 

Informações de Fofocalizando