António Oliveira exalta volume de jogo do Furacão

Uma goleada que vale classificação em um torneio continental é sempre um grande feito. E para conquistá-la, o Athletico fez nesta quinta-feira (27) uma ótima apresentação, atacando e criando oportunidades de gol do primeiro ao último minuto de jogo.

Para o técnico António Oliveira, a intensidade e o repertório ofensivo mostrados pelo Furacão foram os responsáveis pelo placar de 4 a 0 diante do Aucas. “Nós criamos sempre muito volume de jogo. Eu sabia que iria existir esse momento. Existiria o momento em que ganharíamos por mais de um gol de diferença. Acima de tudo, realçar o excelente trabalho dos jogadores. Cumpriram claramente o objetivo que foi estipulado”, disse o treinador.

António Oliveira destacou a campanha do Athletico, que conquistou o primeiro lugar no Grupo D da Copa Sul-Americana com cinco vitórias em seis jogos e apenas um gol sofrido. “Fomos a melhor campanha da Sul-Americana, porque nós começamos e crescemos no torneio, não viemos da Libertadores. Fomos a defesa menos vazada”, ressaltou.

O técnico do Furacão também falou sobre a despedida de Lucho González e o momento histórico vivido nesta noite. “É um marco também em minha carreira, sem dúvida nenhuma, ser o treinador do Lucho no momento em que ele encerra a sua brilhante carreira. A sua condição humana é extraordinária. Como eu digo sempre, quanto melhores pessoas somos, melhores jogadores seremos. O Lucho é um exemplo claro disso”, afirmou.

Informações da assessoria de imprensa.