Após primeira derrota, Antônio Oliveira valoriza trabalho do Athletico

O técnico rubro-negro António Oliveira valorizou o esforço da equipe principal do Athletico Paranaense, principalmente em uma partida em que o Furacão chegou a atuar com um jogador a menos durante mais de 70 minutos de jogo. Depois, dois atletas a menos com mais uma expulsão já no fim da partida.

Situação que colaborou para que o Rubro-Negro sofresse na noite desta quinta-feira (24) o primeiro revés no Campeonato Brasileiro, 2 a 1 para o Bahia. Um jogo, aliás, em que os athleticanos contestaram bastante as decisões da arbitragem no Estádio Pituaçu, em Salvador.

“Infelizmente, hoje não nos deixaram lutar com as mesmas armas que o adversário tinha”, comentou António Oliveira após o jogo, referindo-se às tomadas de decisão da arbitragem. “Viemos aqui para lutar pela liderança, mas impossibilitaram que isso acontecesse. Mas a verdade é que com onze jogadores para cada lado, será muito difícil de bater a nossa equipe”, completou.

Polêmicas à parte, António Oliveira já vê a partida contra o Bahia como assunto superado. E já projeta a sequência de trabalho com o Athletico Paranaense. Ainda em Salvador, o Rubro-Negro retoma a agenda de treinos já nesta sexta-feira (25). Retorna a Curitiba no período da tarde, onde o time seguirá trabalhando para o próximo desafio.

O Furacão volta a campo no próximo domingo (27), quando recebe a Chapecoense no Estádio Joaquim Américo, às 20h, na sequência da do Brasileirão 2021.

“Continuaremos no nosso caminho, trabalhando de forma séria e responsável”, frisa António Oliveira. “Minha equipe mostrou uma entrega, uma abnegação e um compromisso que me deixa muito confiante para aquilo que teremos pela frente. Mostramos que somos uma equipe temida. Deixo uma mensagem de grande força e reatividade. Para que no domingo possamos voltar a vencer no campeonato”, encerra.