Ash Barty derrota Keys e chega à final do Aberto da Austrália

Por Courtney Walsh

MELBOURNE (Reuters) – A tenista Ash Barty está a uma vitória de encerrar a espera de 44 anos por uma campeã feita em casa após derrotar a norte-americana Madison Keys por 6-1 e 6-3 na semifinal do Aberto da Austrália nesta quinta-feira.

A campeã de Wimbledon continuou sua campanha memorável em Melbourne Park e chegou à final do torneio sem perder um set, cedendo apenas 21 games em seis partidas.

A vitória no sábado tornaria Barty a primeira australiana a conquistar o torneio em casa desde Chris O’Neil, em 1978.

Barty, que é a primeira australiana a chegar a uma final do Grand Slam australiano desde Lleyton Hewitt em 2005, e vai enfrentará a 27ª cabeça de chave Danielle Collins.

Barty disse que não consegue esperar para jogar no sábado.

“Absolutamente. Vamos!”, afirmou Barty radiante na quadra. “É surreal. Honestamente, é incrível, apenas. Eu amo vir aqui e jogar na Austrália, e como australiana, somos excepcionalmente mimados por sermos um país de Grand Slam e podemos jogar aqui no nosso quintal e estou muito feliz de poder jogar o meu melhor tênis aqui.”

“Eu fiz bem antes e agora tenho a chance de disputar o título. É surreal.”

Barty elogiou a adversária norte-americana, que teve um 2021 difícil, mas começou a temporada de maneira brilhante.

“É muito bom vê-la de volta onde ela merece estar. Ela é um ser humano incrível”, disse a australiana. “Você vê a maneira como ela se conduz na quadra. Ela sorri e dá o seu melhor. Mas o que mais amo é que ela é uma grande pessoa. Nós realmente a respeitamos e a amamos.”