Aston Villa é próximo passo lógico para Gerrard depois de resgatar Rangers

Por Richard Martin

LONDRES (Reuters) – Steven Gerrard suportou um período de pressão intensa para fazer os gigantes caídos do Rangers voltarem a ser os campeões escoceses, e agora o Aston Villa oferece a um dos maiores jogadores do futebol inglês uma plataforma para se provar de vez como técnico.

Gerrard, que passou 17 anos patrulhando o meio de campo do Liverpool e marcou 120 gols em 504 atuações na liga inglesa, foi escolhido para comandar o Villa depois que o clube de Birmingham demitiu Dean Smith no domingo.

O ex-meio-campista da seleção da Inglaterra só tinha uma temporada de experiência como treinador do time juvenil do Liverpool quando foi contratado pelo Rangers em junho de 2018, depois de o time despedir o quarto técnico em quatro anos.

O clube de Glasgow havia sido promovido de volta à primeira divisão escocesa só dois anos antes, tendo sido rebaixado para a quarta divisão em 2012 devido a uma crise financeira.

Foi um primeiro emprego intimidante, e muitos questionaram a escolha em um momento no qual os torcedores do Rangers estavam desesperados por alguém que acabasse com o domínio do rival local Celtic.

O Celtic manteve o título nas duas primeiras temporadas de Gerrard, e ele enfrentou mais críticas por não vencer nenhuma das copas domésticas, mas a pandemia de coronavírus deu ao time a chance de recomeçar e se reconstruir.

A terceira temporada de Gerrard foi um sucesso estrondoso: o time foi campeão invicto e terminou 25 pontos à frente Celtic, impedindo os vizinhos de conquistar dez títulos consecutivos.