Athletico e Coritiba sonham com a volta de Fernandinho e Miranda

A nossa vida é feita de sonhos e desejos que se realizados causam alegria e satisfação, e para todo mundo não há limite para sonhar.

Como diz aquele antigo samba: “sonhar não custa nada e o meu sonho é tão real.” Mocidade, 1992.

E quando a gente fala em sonhos para dupla atletiba a gente logo lembra de dois jogadores paranaenses, que tem longa trajetória na Europa cidades bem próximas e foram titulares da seleção brasileira na última Copa do Mundo. O retorno do volante Fernandinho é o sonho do Athletico e a volta do zagueiro Miranda é o desejo do Coritiba. 

Punido pela FIFA por conta do caso Rony, o Furacão só pode contratar jogadores a partir do meio do ano, mesma época em que o contrato de Fernandinho de 35 anos termina no Manchester City. 

“O Athletico como sempre demonstra uma capacidade de organização muito grande e de antecipação, nós sabemos o quão difícil é conviver com a impossibilidade de incorporar a jogadores ou seja contratar, mas é um cenário que nós temos que estar atentos a isso, porque pode perdurar ou não.” Afirmou Paulo Autuori, técnico do Athletico.

Além da concorrência de outros clubes como o Atlético Mineiro por exemplo, o rubro-negro também pode enfrentar restrições financeiras para contratar Fernandinho, mês passado o presidente Mário Celso Petraglia foi as redes sociais para dizer que com o atual número de sócios do clube não cre em  receita suficiente para fechar a volta do Fernandinho.

Do lado do Coritiba, contar com estrelas no elenco foi promessa de campanha do presidente Renato Follador.

“A metodologia de gestão, os critérios, a governança, serão idênticos, só que nós vamos ter que trabalhar um orçamento menor. É fundamental o valor do salário sim, mas é muito mais importante o projeto, o prazo do contrato, e a produtividade, nós vamos trabalhar com produtividade.” Afirmou Renato Follador, Presidente do Coritiba.

Depois de brilhar em Atlético de Madrid e Inter de Milão aos 36 anos virando está no Jiangsu Sainty da China, o contrato vai até o meio do ano, ele já foi oficialmente procurado pelo Coritiba, inclusive com um plano para seguir trabalhando no clube após pendurar as chuteiras, mas a concorrência de outros times pode ser um problema, como por exemplo o São Paulo, onde o Miranda também brilhou.

“Acredito que o Coritiba pode ser uma das portas porque sou torcedor apaixonado pelo clube tanto Coritiba como São Paulo, são dois clubes que eu tenho um carinho muito grande aqui no Brasil.” Afirmou Miranda, ex-zagueiro de Coritiba e São Paulo, atualmente no Jiangsu Sainty, da China.

Miranda e Fernandinho, dois nomes de peso que ainda tem lenha para queimar, mas também têm alto custo financeiro.

A ideia de contratar Fernandinho e Miranda não tem relação com o passado, com uma idolatria que os dois têm, no Athletico e no Curitiba, tem a ver com o momento técnico. Fernandinho acabou de fazer na última rodada uma das grande as partidas dele na temporada pelo Manchester City, o Miranda também ainda compete em alto nível e é um jogador que tem capacidade de disputar o Campeonato Brasileiro sendo protagonista e essa é a maior dificuldade Fernandinho e Miranda no futebol nacional seria uma das grandes estrelas, e aí é claro vai pesar a parte financeira, para seduzi-los Athletico e Coritiba vão ter que apelar mais para o coração, do que para razão do jogador.

Se vai dar certo ou não só saberemos mesmo mais perto do meio do ano, mas para o torcedor e para os clubes os sonhos segue em alta.