Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

'Esses 2 pontos valeram pelo ano inteiro', comemora Felipe Nasr após 9º lugar

(Foto: Reprodução / Twitter) - 'Esses 2 pontos valeram pelo ano inteiro', comemora Felipe Nasr
(Foto: Reprodução / Twitter)

Após 19 etapas de problemas e dificuldades na Sauber, Felipe Nasr teve a sua redenção no GP do Brasil, neste domingo. Diante da torcida, o piloto brasileiro conquistou os primeiros pontos da equipe suíça no Mundial de Construtores ao terminar a corrida no autódromo de Interlagos, em São Paulo, na 9.ª colocação. O resultado pode ajudar Nasr a garantir a sua permanência na Fórmula 1 em 2017.

"Esses dois pontos valeram pelo ano inteiro", afirmou Nasr, que alcançou a meta estabelecida para a corrida: terminar entre os 10 primeiros lugares para somar pontos para a Sauber. "Mantive meu foco, meu objetivo e acreditei até o final. Sabia que as coisas poderiam acontecer aqui".

Para tanto, Nasr precisou mostrar o seu potencial na encharcada pista de Interlagos, em uma corrida caótica, marcada por cinco entradas do safety car na prova e duas paralisações por conta da chuva.

"Estou muito feliz. Eu fiz tudo que podia hoje (domingo). Soube aproveitar a oportunidade, interpretar as condições difíceis, era difícil manter o carro na pista. Mas eu consegui, minimizei os erros. A equipe fez um trabalho fantástico", comentou o brasileiro, surpreso com o bom rendimento do carro. "O ritmo foi bom. Isso contou muito para a minha prova".

Com o nono lugar obtido neste domingo, Nasr fez a Sauber ganhar uma posição no Mundial de Construtores. O time suíço tem agora dois pontos, subindo para o 10.º lugar e empurrando a Manor para a última colocação, que não recebe premiação da Fórmula 1 ao fim do campeonato. Já o 10.º colocado deve embolsar cerca de US$ 40 milhões (cerca de R$ 135 milhões).

Estes pontos preciosos no campeonato podem ajudar Nasr a renovar seu contrato com a Sauber ou até a ganhar uma chance na Manor no próximo ano - somente estas duas equipes ainda têm vagas disponíveis para 2017. "Eu trabalhei duro para entrar na Fórmula 1. E hoje (domingo) mostrei para todo mundo por que eu vim aqui. Meu objetivo é seguir na F-1 e hoje eu pude mostrar o meu trabalho", afirmou o piloto, que tem contrato com a Sauber somente até o fim do ano.