Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Hamilton supera carros da Ferrari e lidera primeiro treino livre no México

Lewis Hamilton começou bem mais um fim de semana em que tenta diminuir a vantagem de Nico Rosberg na liderança do Mundial de Pilotos. Nesta sexta-feira, o inglês da Mercedes foi o mais rápido no primeiro treino livre para o GP do México, a 19ª das 21 etapas da temporada 2016 da Fórmula 1, realizada no Autódromo Hermanos Rodríguez.

No último fim de semana, Hamilton encerrou uma sequência de cinco provas sem vitórias, período em que Rosberg aproveitou para assumir a liderança do campeonato e abrir uma vantagem confortável na classificação, que o deixa sem precisar vencer sequer uma prova até o final do campeonato para ser campeão.

A vitória nos Estados Unidos não alterou muito a situação, pois a vantagem de Rosberg ainda é de 26 pontos, mas serviu como alento para Hamilton, além de encerrar a sua má fase. E agora no México, o inglês tenta repetir o triunfo e aumentar a pressão sobre o alemão.

Nesta sexta-feira, então, Hamilton começou o fim de semana no GP do México liderando o primeiro treino livre ao marcar o tempo de 1min20s914 na sua melhor volta. E quem mais se aproximou do inglês foi a Ferrari com os seus dois pilotos.

A possibilidade de a Ferrari ser mais competitiva pode ser um fator positivo para Hamilton, pois dobradinhas da Mercedes, mesmo com Rosberg em segundo lugar, até o final do campeonato, garantem ao alemão o primeiro título mundial da sua carreira.

O também alemão Sebastian Vettel foi quem ficou mais perto de Hamilton ao fazer o tempo de 1min20s993, se juntando ao inglês como únicos pilotos que registraram voltas em menos de 1min21 no primeiro treino livre do GP do México. Só que o registro do inglês veio com os pneus médios, enquanto Vettel fez a sua marca com os macios.

Também com os compostos macios, o finlandês Kimi Raikkonen, o outro piloto da Ferrari, fez o terceiro melhor tempo, com 1min21s072. Logo depois, veio a Force India com os seus dois carros, em uma demonstração de força, ainda que com marcas feitas com os compostos supermacios. O mexicano Sergio Pérez foi o quarto colocado, com 1min21s200, enquanto o alemão Nico Hulkenberg ficou em quinto lugar, com 1min21s409.

O finlandês Valtteri Bottas foi o sexto colocado, com 1min21s447, com os pneus macios. E Rosberg, que no ano passado venceu o GP do México, abrindo uma sequência de sete triunfos, terminou o primeiro treino livre em uma modesta sétima colocação, com 1min21s673, com os pneus médios.

O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, foi o oitavo mais rápido, logo à frente do brasileiro Felipe Massa, da Williams, com a marca de 1min21s836. E a relação dos dez primeiros colocados do primeiro treino livre do GP do México foi completada pelo russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso.

Outro brasileiro do grid, Felipe Nasr fechou a atividade em 17º lugar, com 1min23s089, quatro posições atrás do seu companheiro de equipe na Sauber, o sueco Marcus Ericssson, e entre os dois carros da McLaren, com o espanhol Fernando Alonso na 16ª posição e o inglês Jenson Button em 18º.

O segundo treino livre para o GP do México será disputado nesta sexta-feira a partir das 17 horas (de Brasília). A largada da prova está agendada para as 16 horas de domingo.