Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Hamilton supera Rosberg e lidera 1º treino livre nos Estados Unidos

Pressionado pela vantagem de 33 pontos do alemão Nico Rosberg na liderança do Mundial de Pilotos, o inglês Lewis Hamilton começou a tentar dar uma resposta ao seu companheiro de equipe na Mercedes nesta sexta-feira e liderou o primeiro treino livre do GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas, em Austin, que recebe neste fim de semana a 18ª das 21 etapas da temporada 2016 da Fórmula 1.

Hamilton vive um momento ruim na temporada, não tendo vencido nenhuma das últimas cinco provas do campeonato, período em que Rosberg somou quatro triunfos, assumiu a liderança do campeonato e ficou mais próximo de assegurar o primeiro título mundial da sua carreira.

Por isso, Hamilton precisa dar uma resposta imediata para seguir com chances reais de ser campeão. E o GP dos Estados Unidos parece ser o palco ideal para isso, afinal, o inglês venceu três das quatro provas já realizadas no Circuito das Américas, o palco do seu terceiro título, assegurado no ano passado.

Nesta sexta-feira, então, em uma sessão de treinos livres completamente dominada pela Mercedes, Hamilton mostrou que não pretende deixar Rosberg com vida fácil na reta final do campeonato. E o inglês marcou o melhor tempo da sessão inicial com a marca de 1min37s428. Rosberg, pole position nos últimos dois anos nos Estados Unidos, foi o segundo melhor, com o tempo de 1min37s743.

Além da disputa entre os pilotos da Mercedes, o que também chamou a atenção no primeiro treino livre em Austin foi a larga vantagem imposta para as demais equipes. Quem mais se aproximou foi o holandês Max Verstappen, da Red Bull, o terceiro colocado com 1min39s379, quase dois segundos, portanto, mais lento do que Hamilton.

O piloto da Red Bull foi seguido de perto pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, que marcou 1min39s407. Logo em seguida veio o alemão Nico Hulkenberg, da Force India, em quinto lugar, à frente do finlandês Valtteri Bootas da Williams, que testou o Halo, painel de proteção ao cockpit.

O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, ficou na sétima posição. E a relação dos dez primeiros colocados da sessão inicial em Austin foi completada, em ordem, pelo alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, pelo russo Daniil Kvyat, da Red Bull, e pelo espanhol Carlos Sainz Jr., da Toro Rosso.

Fazendo a sua temporada de despedida da Fórmula 1, Felipe Massa fechou o treino em 11º lugar, com 1min40s191. Logo depois veio o outro brasileiro do grid, Felipe Nasr, com 1min402s287, quatro posições à frente do sueco Marcus Ericsson, seu companheiro de equipe na Sauber.

Os dois pilotos da McLaren abriram o fim de semana de modo discreto. O espanhol Fernando Alonso foi o 13º colocado, enquanto o inglês Jenson Button fechou a sessão em 18º lugar.

O segundo treino livre para o GP dos Estados Unidos será disputado a partir das 17 horas (de Brasília) desta sexta-feira. O treino de classificação está agendado para as 16h do sábado. Já a largada da 18ª etapa da temporada 2016 ocorrerá às 17h deste domingo.