Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Para promotor do GP Brasil de Fórmula 1, Interlagos já é a catedral do automobilismo mundial

Interlagos já é a catedral do automobilismo mundial, diz promotor

“Não sei se vocês sabem, mas os italianos dizem que Monza é a catedral do automobilismo. Eu discordo. Depois dessa obra feita pela administração Fernando Haddad, para mim, a catedral do automobilismo mundial é Interlagos”. Foi com essas palavras que Tamas Rohonyi, promotor do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, descreveu a importância das reformas efetuadas no Autódromo de Interlagos pela Prefeitura de São Paulo. Na manhã deste sábado (29), a gestão municipal realizou a cerimônia de entrega das obras finais do novo edifício de apoio dos boxes e do novo centro operacional.

Com seis pavimentos e 3,5 mil metros quadrados, o centro operacional recebeu as instalações finais de elétrica e hidráulica do térreo e do 1º pavimento, além do complemento na construção do edifício entre os boxes 19 ao 23.

Já no edifício de apoio dos boxes foram realizadas as obras de adequação final do espaço, com a conclusão do primeiro e do segundo pavimento do box zero, a instalação do sistema de ar condicionado e de elevadores, e a criação de cozinhas, auditório, salas multiuso e também as novas áreas reservadas para as equipes. Com esse novo espaço, as escuderias terão três vezes mais área útil para trabalhar, passando de 70 metros quadrados para 210 metros quadrados. Além disso, o pavimento entre os boxes e o edifício de apoio também receberam sistema de drenagem. As obras ainda incluíram a demolição da torre de controle. Agora, as provas serão fiscalizadas e acompanhadas do novo centro operacional.

“A vocação de Interlagos, na minha opinião, é ser um parque público multiuso. E as adaptações que foram feitas com a entrega desses dois novos equipamentos, são justamente para dar condições de Interlagos se abrir ao público cada vez mais. Dá suporte à Fórmula 1, sem dúvida, e ao automobilismo, que é uma tradição na cidade e traz muito público externo. Mas, também, permitir que shows e outros eventos, inclusive de negócios, possam ser incentivados no sítio de Interlagos. E os equipamentos se prestam exatamente a isso. Eles são modulares. Podem ser abertos, fechados, recompostos. Para que outros eventos possam acontecer aqui, trazendo renda e gerando emprego para a população da zona sul”, disse o prefeito Fernando Haddad.