Azuriz sai na frente, mas Coritiba busca o empate em casa

Coritiba e Azuriz entraram no estádio Couto Pereira na tarde desta quarta-feira (21) em busca de um bom resultado para continuarem subindo na tabela, mas o empate em 1 a 1 acabou não sendo tão ruim para os dois times. A equipe de Pato Branco saiu na frente com gol de pênalti na reta final do primeiro tempo, mas Léo Gamalho deixou tudo igual na segunda etapa.

Com o resultado, o Coritiba ultrapassa o Operário e agora é o terceiro colocado do Campeonato Paranaense com 10 pontos conquistados em cinco jogos. Já o Azuriz é o quinto colocado com nove pontos conquistados em seis jogos disputados pelo Estadual.

Primeiro tempo truncado com pênalti no final​

Coritiba começou marcando pressão nos primeiros minutos de jogo pra tentar forçar o erro da equipe do sudoeste do Estado. Para tentar desafogar o campo defensivo, o Azuriz abusou dos chutões nos primeiros minutos de jogo.

A equipe do sudoeste seguiu com dificuldades para passar da linha intermediária e só conseguia chegar no campo de ataque com base na ligação direta, quase sempre sem conseguir dominar a bola. As duas equipes abusavam dos erros de passe, tanto nas ligações curtas quanto nas inversões de jogo. Por isso, até os 20 minutos, as chances de gol foram raras e o jogo ficou concentrado no meio de campo – principalmente no campo defensivo do Azuriz.

Aos poucos, o time da capital começou a encontrar espaços na retranca do Azuriz, mas ao mesmo tempo cedeu espaços para o contra-ataque dos visitantes. Na reta final do primeiro tempo os dois times começaram a se arriscar mais e o Coritiba chegou a colocar uma bola na trave. Já o Azuriz dependia dos contra-ataques e da bola parada para tentar balançar o gol. E foi justamente depois de uma cobrança de escanteio que o árbitro marcou pênalti quando a bola bateu no braço de William Farias. O artilheiro Vieira bateu firme, sem chances para o estreante Marcão, e o Azuriz saiu na frente no último lance do primeiro tempo.

Mais chances de gol e empate do Coxa

A segunda etapa começou bastante parecida com o primeiro tempo. O Azuriz se fechou na defesa e apostava nos contra-ataques para levar perigo ao gol do Coxa, enquanto os anfitriões trocaram muitos passes no campo de ataque tentando encontrar brechas na retranca dos visitantes. Com a vantagem no placar, a equipe de Pato Branco conseguia segurar a pressão coxa-branca e aproveitava os momentos em que conseguia manter a posse de bola para controlar o jogo e fazer o tempo passar.

Aos poucos o Coxa voltou a encontrar espaços na defesa do adversário e levou perigo principalmente com bolas pelas laterais do campo. As duas equipes começaram a criar mais oportunidades de gol, mas sem exigir esforço dos goleiros. Enquanto o Coritiba tentava trocar passes mais rápidos para furar o bloqueio, o Azuriz valorizava a posse de bola e aproveitava cada lance para rodar a bola e gastar o tempo.

A pressão da equipe curitibana cresceu a partir da metade do segundo tempo com o time precisando buscar ao menos o gol de empate, mas pecava na pontaria. Isso até o Azuriz errar na saída de bola, Léo Gamalho receber dentro da área e estufar a rede para igualar o marcador.

Com o empate, as duas equipes decidiram se abrir e buscar o gol que poderia dar a vitória na reta final da partida. O Azuriz conseguiu acertar dois bons chutes que pararam no goleiro Marcão, mas foi o Coxa quem chegou mais perto do gol com mais uma bola na trave aos 45 minutos. Já nos acréscimos, Rafinha deu um belo chute de fora da área e o goleiro Dida fez uma bela defesa para garantir a igualdade no Couto Pereira.