Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Primeiro dia do Jogo das Estrelas do NBB tem vitória de jovens brasileiros

(Foto: Divulgação/NBB) - Primeiro dia do Jogo das Estrelas do NBB tem vitória de brasileiros
(Foto: Divulgação/NBB)

A torcida de Franca já deu uma amostra do tamanho da festa que aguarda a partida entre NBB Brasil e NBB Mundo neste sábado, às 14 horas. O Ginásio Pedrocão vibrou em todas as atividades que abriram os Jogos das Estrelas do NBB. A festa começou com a vitória brasileira no duelo entre atletas sub-23 das ligas do Brasil e da Argentina, por 91 a 78. O apoio continuou depois, a cada participação dos atletas da casa nos tradicionais desafio de habilidades e nos torneios de 3 pontos e enterradas. O único momento de silêncio em quadra veio no momento de homenagear as vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, no Rio, com dez mortos.

Como já era esperado, a equipe de jovens brasileiros mostrou força e não deu chances para os argentinos no Desafio Interligas, grande novidade nesta 11ª edição do Jogo das Estrelas. Mesmo contando com atletas badalados como Yago (Paulistano) e Didi (Franca), muito ovacionado pela torcida, o título de MVP, entregue ao melhor jogador, ficou com Dikembe (Paulistano). O pivô marcou 18 pontos e pegou seis rebotes.

No torneio de habilidades, foi a vez de Lucas Dias fazer a festa com sua torcida com o título. O ala acabou entrando na competição de última hora para substituir Olivinha. O pivô e outros quatro atletas do Flamengo que participariam do Jogo das Estrelas voltaram para o Rio junto com o técnico Gustavo Conti por conta da tragédia no clube.

Mais uma vez, a disputa de habilidades se deu no formato "baixinhos x gigantes". Em duelos 1 x 1, avançava de fase quem terminasse antes o percurso que consistia em superar quatro obstáculos, acertar um passe direto dentro de um aro, cruzar a quadra e converter um chute livre e depois cruzar a quadra para acertar um arremesso de 3 pontos. Para ficar com troféu, Lucas Dias passou por Pilar (Vasco), Wesley (Minas) e, por fim, por Yago, que também fará parte do time NBB Brasil neste sábado. Muito carismático, o armador do Paulistano soube levar com descontração as vaias recebidas na grande final.

Nos chutes de 3, a vitória ficou com Felipe Vezaro (Joinville). Estavam na disputa David Jackson (Franca), Betinho (Pinheiros), Farad Cobb (Basquete Cearense), Zach Graham (Brasília) e o atual vice-campeão Jefferson (Bauru). Nesta modalidade, cada arremessador teve 60 segundos para tentar 25 chutes, sendo cinco de cada ponto diferente da quadra. Cada bola que caia somava 1 ponto, no entanto, existem algumas bolas coloridas com valor de dois pontos na contagem. Na rodada final, Felipe Vezaro somou 22 pontos para derrotar Jefferson.

Para fechar a noite, o campeonato de enterradas teve o único bicampeão: Mogi (Botafogo), que já havia ficado com o prêmio em 2016. Também estavam na disputa Che Bob (Minas), Max (Joinville), Cipolini (Franca), Paulo (Basquete Cearense), Georginho (Paulistano), Douglas (Corinthians) e Gui Bento (Corinthians). Em disputa livre, o jogador garantiu a vitória com uma enterrada em 360º.

O GRANDE JOGO - O confronto entre NBB Brasil e NBB Mundo está marcado para sábado, a partir das 14 horas. Já o show do intervalo ficará por conta da Banda Atitude 67.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo