Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Varejão se diz pronto para voltar às quadras e quer seguir na NBA

(Foto: Reprodução/Facebook) - Varejão se diz pronto para voltar às quadras e quer seguir na NBA
(Foto: Reprodução/Facebook)

Sem jogar uma partida há nove meses, o ala/pivô Anderson Varejão está ansioso para voltar às quadras. Convocado pelo técnico Aleksandar Petrovic para os dois primeiros jogos do Brasil nas Eliminatórias para o Mundial de Basquete, o jogador garante estar 100% fisicamente e disse que os jogos diante de Chile e Venezuela o ajudarão a saber sua real condição de jogo. Sem clube desde que foi dispensado pelo Golden State Warriors e na mira do Flamengo, ele se disse feliz pelo interesse do time carioca, mas ressaltou que sua prioridade é seguir na NBA.

Varejão esteve no Rio de Janeiro nesta quinta-feira e concedeu entrevista na casa da NBA, no Leblon. Ele disse que passará dois dias com a família no Espírito Santo antes de se apresentar para a seleção com o restante do elenco, no próximo domingo.

"Quando recebi a notícia (da convocação) fiquei muito feliz, devido a situação que passei nos últimos meses", afirmou o jogador. "Foram as férias em que eu mais treinei e, na medida do possível, tentei me manter no ritmo, fazendo dois contra dois, três contra três. Falta ritmo, falta um pouco de jogo, de entender e saber. Fisicamente eu me sinto bem, mas em geral ritmo de jogo eu não sei."

Ele garantiu estar 100% fisicamente e declarou ainda que pode ajudar a seleção também com questões que não se remetem as quatro linhas da quadra. "Posso trazer muita experiência para a seleção brasileira, experiência de NBA, de Europa, de conhecer os adversários, equilíbrio no vestiário", disse Varejão. "Se os mais jovens tiverem dificuldade de lidar com algumas situações, dar um toque aqui e ali. Posso ajudar nisso, pois já precisei desse toque quando era mais jovem e sei da importância."

Sobre os jogos com o Chile, fora de casa, e Venezuela, no Parque Olímpico da Barra, Varejão ressaltou a importância de começar bem a campanha nas Eliminatórias, que dão vaga ao Mundial da China, em 2019.

"São dois jogos de extrema importância. Não pode ir para o Chile achando que vai enfrentar uma seleção fraca. Tem que respeitar e entender que estamos no início de preparação", declarou. "A Venezuela obteve bons resultados nos últimos anos e sempre é um time chato de enfrentar."

O ala/pivô também se disse feliz por jogar na Arena Carioca 1, que sediou os jogos de basquete na Olimpíada do Rio-2016. "Para mim é muito importante, pois infelizmente fiquei fora dos Jogos Olímpicos. Vou poder sentir um pouco desse gostinho e reencontrar o torcedor", contou.

Quanto ao interesse do Flamengo em sua contratação, Anderson Varejão declarou ter "muito respeito" pelo clube, mas praticamente descartou um retorno ao Brasil nesta temporada. "Tenho muito respeito pelo Flamengo, um clube reconhecido mundialmente, mas no momento estou pensando mesmo na seleção brasileira. Não descarto uma volta para o Brasil no futuro, mas a NBA é prioridade", disse o jogador.