Palmeiras conquista virada épica sobre o Botafogo pelo Brasileirão

Com a colaboração de Estadão Conteúdo

Por Marcos Antomil

palmeiras-botafogo-brasileirao-02-11
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

São Paulo, 01 (AE) – Um jogo eletrizante do começo ao fim mostrou o porquê de Botafogo e Palmeiras ocuparem posições no topo da tabela do Brasileirão. No Engenhão, dois tempos distintos, com amplo domínio alvinegro na primeira etapa, e atuação maiúscula alviverde na segunda parte.

O time carioca abriu 3 a 0 de vantagem, mas os palmeirenses reagiram com um show de Endrick e buscaram uma virada épica e venceram por 4 a 3 Com o resultado, o Palmeiras encosta no Botafogo na classificação e diminui a distância para o líder para três pontos.

A partida começou com o Botafogo mais valente, pressionando o Palmeiras no ataque. Com essa postura, conseguiu boas finalizações, cabeceios e até bola na trave. A velocidade dos pontas Victor Sá e Júnior Santos eram os maiores problemas para os palmeirenses. Os visitante tentaram algumas jogadas pelas beiradas, mas sem sucesso.

Mais à vontade no jogo, o Botafogo se mostrava cada vez mais próximo do gol. A defesa do Palmeiras não acompanhou o pique de Victor Sá, que cruzou para a área em direção a Eduardo. O meia chegou batendo, a bola desviou em Murilo e impediu que Weverton evitasse o gol, aos 21 minutos.

Dominante, o Botafogo continuou firme no ataque e chegou ao segundo gol aos 30 minutos em um belíssimo chute de Tchê Tchê. Ficou desenhado um baile alvinegro no Rio. Em um contragolpe, aos 36, Júnior Santos deixou Tiquinho na cara do gol, Weverton pegou o chute, mas entregou o rebote nos pés de Júnior Santos, que não perdoou.

No segundo tempo, Abel optou por manter a equipe apesar da péssima etapa inaugural, com apenas um ajuste tático na lateral direita, com Gómez sendo deslocado para o setor para cobrir melhor as descidas de Mayke. O Palmeiras, então, passou a se aventurar no ataque e Endrick marcou um golaço aos 4 minutos. O garoto fez fila na defesa botafoguense, passou por quatro atletas antes de vencer o goleiro Lucas Perri.

O gol fez o Palmeiras crescer no jogo. Veiga teve a chance de descontar, mas parou no arqueiro alvinegro. Outros lances de bola parada criaram perigo, mas o time alviverde tinha dificuldades para encaixar uma finalização certa. Aos 32, o zagueiro Adryelson foi expulso após falta em Breno Lopes, deixando os palmeirenses em superioridade numérica. A decisão polêmica contou com atuação do VAR, e o jogo ficou paralisado por mais de cinco minutos.

Rony, que havia entrado no segundo tempo, errou uma finalização, cedeu contra-ataque ao Botafogo e cometeu um pênalti ao tentar afastar a bola da meta alviverde. Tiquinho foi para a cobrança, e Weverton fez a defesa. Não demorou muito para o Palmeiras descontar o marcador, de novo com Endrick, aos 39. O garoto acertou um belo chute da meia-lua e recolocou a equipe visitante no jogo.

Aos 44, Endrick fez um cruzamento preciso, Gómez foi garçom e serviu o argentino Flaco López que, na pequena área, tocou de cabeça para empatar a partida. Aos 55, Murilo marcou o gol da virada e estabeleceu o placar final.

Ficha técnica: Botafogo 3 x 4 Palmeiras

  • Botafogo: Perri; Di Plácido, Adryelson, Victor Cuesta e Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Gabriel Pires) e Eduardo (Danilo Barbosa); Júnior Santos (Carlos Alberto), Victor Sá (Philipe Sampaio) e Tiquinho Soares. Técnico: Lúcio Flávio.
  • Palmeiras: Weverton; Gómez, Luan (Flaco López) e Murilo; Mayke, Zé Rafael, Richard Ríos (Rony) e Piquerez; Raphael Veiga, Breno Lopes e Endrick. Técnico: Abel Ferreira.
  • Gols: Eduardo, aos 21, Tchê Tchê aos 30, Júnior Santos aos 36 minutos do primeiro tempo; Endrick, aos 4, aos 39, Flaco López aos 44, Murilo aos 55 minutos do segundo tempo.
  • Árbitro: Bráulio da Silva Machado (Fifa-SC).
  • Cartões amarelos: Victor Cuesta, Di Plácido, Tiquinho Soares, Tchê Tchê, Marçal, Lúcio Flávio e Marlon Freitas (Botafogo), Murilo, Gómez, Rony, Artur e Mayke (Palmeiras).
  • Cartão vermelho: Adryelson (Botafogo).
  • Público: 34.913 torcedores.
  • Renda: R$ 1.272.900,00.
  • Local: Engenhão, no Rio (RJ).
Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!
ENTRAR NO GRUPO
Compartilhe essa matéria nas redes sociais
Ative as notificações e fique por dentro das notícias
Ativar notificações
Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia
Alisha
Alorino
Antônio Carlos
Bianca Granado
Camila Santos
Edvaldo Corrêa
Elaine Damasceno
Fabiano Tavares
Gabriel Pianaro
Giselle Suardi
Guilherme C Carneiro
Mateus Afonso
Mauro Mueller
Oseias Gomes
Papai em Dobro
Tais Targa