Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Em trajeto marcado por protestos, Alaphilippe vence 16ª etapa da Volta da França

- Em trajeto marcado por protestos, Alaphilippe vence 16ª etapa da Volta

O francês Julian Alaphilippe venceu nesta terça-feira a 16ª etapa da Volta da França em disputa que precisou ser paralisada por cerca de dez minutos por conta de protestos ao longo do trajeto. Fazendeiros bloquearam a estrada no 30º quilômetro por onde passariam os ciclistas e foram dispersados por policiais.

Os policiais, no entanto, utilizaram gás lacrimogêneo para retirar os fazendeiros da pista e afetaram também os atletas. O britânico Chris Froome, quatro vezes campeão da competição, foi um dos ciclistas que precisou receber tratamento nos olhos para se restabelecer.

Após todos se recuperarem, a etapa prosseguiu e Alaphilippe conseguiu a vitória graças a sua ótima performance na descida final Foi a segunda vitória do francês na atual edição da Volta da França - ele já havia ganhado a décima etapa.

Nesta terça-feira, ele completou os 218 quilômetros do trajeto entre as cidades de Carcassonne e Bagneres De-Luchon em 5h13min22. Também se beneficiou da queda do britânico Adam Yates, que errou ao fazer uma curva durante a descida. Apesar do tombo, Yates seguiu na disputa e terminou em terceiro lugar. O espanhol Gorka Izagirre ficou em segundo.

O britânico Geraint Thomas fechou a etapa na 24ª colocação e permaneceu com a camiseta amarela, entregue ao ciclista que possui menor tempo no somatório das etapas. Seu compatriota Chris Froome ficou uma posição à frente nesta terça-feira e continua em segundo lugar no geral com 1min39 de desvantagem em relação ao líder.

A etapa, marcada por subidas e descidas, também teve como destaque a queda do belga Philippe Gilbert quando estava na liderança, logo no início. Ele perdeu o controle da bicicleta, bateu no muro de proteção e caiu do outro lado, no meio do mato. Gilbert ralou o cotovelo e a perna, voltou à disputa e terminou em 142º.

Na pontuação geral, o eslovaco Peter Sagan garantiu a camiseta verde da Volta da França. Apesar de ter terminado em 138º nesta terça-feira, ele tem 452 pontos e já não pode mais ser alcançado por seus rivais. O segundo colocado é o norueguês Alexander Kristoff, com 170 pontos.

A 17ª etapa da Volta da França acontece nesta quarta-feira em um dos trajetos mais desafiadores. O percurso de 65 quilômetros entre Bagneres-de Luchon e Saint-Lary-Soulan Col du Portet apresenta três subidas extenuantes, uma delas no final.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo