Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Equipe Sky ataca e assume a liderança da Volta da França com Geraint Thomas

- Equipe Sky ataca e assume a liderança da Volta da França com Geraint

O esperado ataque da Sky na montanha tornou-se realidade nesta quarta-feira, quando a equipe tirou o belga Greg Van Avermaet da liderança da Volta da França. Mas o novo detentor da camiseta amarela não foi o quatro vezes campeão Chris Froome, mas seu parceiro, o britânico Geraint Thomas, que venceu a 11ª etapa.

Para isso, Thomas atacou no último dos quatro passos de montanha nesse estágio, mais curto, com um percurso de 108,5 quilômetros, entre Albertville e La Rosière, mas duro. No quilômetro final, passou o espanhol Mikel Nieve, que havia empreendido fuga e cruzou a linha de chegada com 20 segundos à frente do holandês Tom Dumoulin, que ficou em segundo lugar.

Thomas saltou para a liderança com 1min25 de vantagem para Froome, que agora figura em segundo. Froome cruzou em terceiro, atrás de Demoulin, que assumiu o terceiro lugar geral, a 1min44 de Thomas. Ele busca igualar o recorde de cinco títulos da Volta da França, que pertence a Jacques Anquetil, Eddy Merckx, Bernard Hinault e Miguel Induráin.

Van Avermaet, que utilizava a camiseta do líder desde que sua equipe BMC ganhou um

contra-relógio no terceiro estágio, perdeu contato com o pelotão principal, chegou muito depois dos primeiros colocados e agora está a 20min11 de Thomas.

Houve diversos ataques ao longo da etapa, mas a Sky manteve o controle e neutralizou todas as fugas, até Thomas empreender o ataque final a seis quilômetros do término da disputa. "Nós esperávamos esses ataques. Quando eles disparam, não é nada bom vê-los fugir, mas confiamos na nossa força e fizemos uma boa prova", disse Thomas.

O galês completou o percurso de 3h29min36 e venceu pela segunda vez uma etapa da Volta da França, já que também ganhou um contra-relógio individual no ano passado, quando utilizou a camiseta amarela em quatro etapas, mas não completou a prova por ter sofrido uma queda no nono estágio. "Vestir a camiseta amarela é sempre uma grande honra", disse.

Campeão em 2014 da Volta da França, o italiano Vincenzo Nibali agora é o quarto colocado, a 2min14 de Thomas, e o esloveno Primoz Roglic está em quinto, com uma desvantagem de 2min23.

O eslovaco Peter Sagan continua sendo o líder por pontos, o francês Julian Alaphilippe é o primeiro colocado entre os montanhistas, enquanto o também francês Pierre Latour ocupa a dianteira da prova entre os jovens.

A 12ª etapa da Volta da França será a última nos Alpes e consistirá em um percurso de 175,5 quilômetros entre Les Arcs e l'Alpe d´Huez, nesta quinta-feira.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo