Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Geraint Thomas vence de novo e amplia vantagem para Froome na Volta da França

- Geraint Thomas vence de novo e amplia vantagem para Froome na França

O britânico Geraint Thomas assegurou o direito de continuar utilizando a camiseta amarela destinada ao líder da Volta da França ao obter a segunda vitória consecutiva nesta edição da prova, na 12ª etapa, disputada entre Bourg-Saint-Maurice e Alpe d'Huez, e que teve um percurso de 175 quilômetros.

Na etapa marcada pela lendária subida ao Alpe d'Huez, com um percurso de 21 curvas e quase 14 quilômetros, Thomas se distanciou do também britânico Chris Froome, seu companheiro de equipe na Sky, para assegurar a sua vitória com um tempo de 5h18min37, ampliando a vantagem para os concorrentes.

Esse resultado foi importante para Thomas, pois há muitas dúvidas sobre qual ciclista a Sky vai apoiar na busca pela vitória da Volta da França. E nesse momento, ele deu uma demonstração de força e arrojo perante Froome, a quem desempenhou durante anos o papel de leal companheiro de equipe.

O holandês Tom Dumoulin foi o segundo colocado, a dois segundos de Thomas, e o francês Romain Bardet, ficou em terceiro, com uma desvantagem de três segundos. Já Froome, a quatro segundos, terminou na quarta colocação na etapa que teve sua chegada na estação de esqui de Huez.

Na classificação geral, Thomas está com 1min39 de vantagem para Froome. E Dumoulin vem logo depois, na terceira posição, a 1min50. Já o italiano Vincenzo Nibali se recuperou de uma queda nos últimos quilômetros para terminar o estágio desta quinta-feira na sétima colocação. E ele ocupa o quarto lugar na classificação, a 2min37 do detentor da camiseta amarela.

O estágio desta quinta-feira também acabou ficando marcado por vários abandonos. O mais significativo foi o do colombiano Rigoberto Uran, que foi vice-campeão da Volta da França no ano passado, nas que não conseguiu seguir na disputa em função de lesões sofridas na nona etapa.

Além disso, três velocistas deixaram a disputa. Foram os casos do colombiano Fernando Gaviria, que venceu a primeira e quarta etapas deste ano, do holandês Dylan Groenewegen, que ganhou a sétima e a oitava, e do alemão Andrew Greipel, que ocupava o sexto lugar na disputa por pontos.

O eslovaco Peter Sagan, que lidera essa disputa e busca pela sexta vez terminar o evento com a camiseta verde, chamou a atenção nesta quinta por uma notícia fora do ambiente esportivo, pois anunciou a separação da sua esposa, com quem teve um filho em outubro do ano passado.

Assim como nas disputas envolvendo as camisetas amarela e verde, outras competições não tiveram seus líderes modificados. Assim, o francês Julian Alaphilippe é o primeiro colocado entre os montanhistas, enquanto o também francês Pierre Latour ocupa a dianteira da prova entre os jovens.

A 13ª etapa da Volta da França será disputada nesta quinta-feira com um percurso de 169 quilômetros entre Le Bourg-d'Oisans e Valence, em sua maior parte plano.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo