Derrota de Monteiro decreta vitória alemã sobre Brasil na Copa Davis

Não deu para o Brasil no confronto diante da Alemanha, pela fase classificatória do Grupo Mundial da Copa Davis, principal torneio por equipes no tênis masculino. Neste sábado (5), no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, o cearense Thiago Monteiro, número 114 do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), perdeu para Alexander Zverev, terceiro do mundo, por dois sets a zero, com parciais de 6/1 e 7/5, em uma hora e 36 minutos.

A vitória foi a terceira dos alemães na melhor de cinco partidas (quatro de simples e uma de duplas). Com isso, os europeus avançam à fase de grupos da Davis, em setembro, ao lado de mais 15 países. O Brasil terá que disputar a repescagem do Grupo Mundial, também em setembro, precisando ganhar para se manter na elite do tênis. Os brasileiros não passam da fase classificatória desde 2001, ainda com Gustavo Kuerten e Fernando Meligeni no time.

Zverev não demorou a tomar o controle do jogo, atuando de forma agressiva e obrigando Monteiro e se defender. O alemão quebrou o serviço do brasileiro já no quarto game. No sexto, o cearense até salvou um primeiro break point, mas não resistiu à pressão do europeu, que precisou de apenas 34 minutos para fechar o set inaugural em 6/1.

O segundo set foi equilibrado. Monteiro conseguiu atacar melhor, principalmente quando encaixou o primeiro saque. A torcida se inflamou no Parque Olímpico, provocando Zverev ao lembrar da expulsão no ATP 500 de Acapulco (México) por quase agredir um árbitro. O cearense chegou a ter um set point no serviço do adversário, que reagiu e fechou o décimo game. A resposta do alemão veio na sequência, quebrando o saque do brasileiro e depois fechando a parcial em 7/5, em uma hora e dois minutos, decidindo o confronto a favor dos visitantes.

Agência Brasil