Federação polonesa de futebol rejeita pedido de rescisão de Paulo Sousa

(Reuters) – O técnico da seleção de futebol da Polônia, Paulo Sousa, pediu rescisão de seu contrato por mútuo consentimento após receber uma oferta do Flamengo, mas o presidente da federação polonesa de futebol, Cezary Kulesza, rejeitou o pedido.

A imprensa noticiou que Sousa deve começar a trabalhar no Rio em janeiro do ano que vem, embora seu contrato com a Polônia termine em março.

O empresário de Sousa disse à agência de notícias polonesa PAP nesta segunda-feira que ele ainda não assinou contrato com o Flamengo.

“Este é um comportamento extremamente irresponsável, inconsistente com as declarações anteriores do treinador. Portanto, recusei firmemente”, disse Kulesza em comunicado no Twitter.