Fim de semana tem medalhas no vôlei e no basquete e resultado histórico no wrestling

Os grandes destaques do Time Brasil no final de semana foram as modalidades coletivas. Os homens, tanto no vôlei, quanto no basquete, subiram ao pódio em competições importantes e mostraram que estão fortes na preparação visando Paris 2024. O wrestling masculino teve um resultado histórico logo no primeiro dia de Mundial, enquanto a juventude mostrou que vem forte tanto na canoagem velocidade quanto no atletismo. Judô e Ciclismo BMX também faturaram medalhas nos últimos dias.

É prata, é prata, é prata!

O Brasil voltou a sediar a Copa América de basquete depois de 38 anos e fez uma ótima campanha. Depois de passar por adversários fortes como República Dominicana e Canadá na fase de mata-mata, enfrentou a Argentina na decisão e foi derrotado por apenas dois pontos, 75 a 73. Lucas Dias ainda teve o último arremesso de três para tentar a virada, mas a bola acabou não caindo.

Bronze da superação no vôlei

Depois de ser derrotada pela Polônia na semifinal e ver Lucarelli se lesionar na partida, a seleção masculina não baixou a cabeça e foi com tudo para a disputa do bronze. Com uma grande exibição, principalmente de Wallace, maior pontuador do jogo com 22 acertos, o Brasil derrotou a Eslovênia por 3 a 1, parciais de 25/18, 25/18, 22/25 e 25/18. Foi a primeira medalha de bronze, a sétima da seleção masculina em Mundiais.

Resultado histórico no wrestling

No primeiro dia de finais do Mundial de Belgrado, na Sérvia, Joilson Júnior terminou em 7º lugar na categoria 77kg do estilo greco-romano e conquistou o melhor resultado do wrestling masculino brasileiro na história.

Se juntarmos os três estilos olímpicos da modalidade, o niteroiense fica atrás Aline Silva, prata em Tashkent 2014, e de Laís Nunes, 5ª colocada em Budapeste 2018 e Oslo 2021. Laís é uma das cabeças de chave do Mundial 2022.

Ouro e bronze no judô

Em preparação para o Campeonato Mundial de Judô, a seleção brasileira faturou duas medalhas no Aberto de Riccione, na Itália. A peso-pesado Beatriz Souza, atual número 3 do mundo, conquistou o ouro, enquanto Eric Takabatake (66kg) ficou com o bronze.

Pratas no Ciclismo BMX
O Campeonato Pan-americano Sênior de Ciclismo BMX disputado em Santiago del Estero, na Argentina, rendeu duas pratas para o Time Brasil, uma com Paola Reis e outra com Anderson Ezequiel. Caroline Rossi também conquistou a prata no Sub-23 feminino.

Já na Copa Latina, o Brasil conquistou cinco medalhas: pratas para Anderson Ezequiel (elite masculino), Guylherme Carneiro (júnior masculino) e Caroline Amazonas (Sub-23 feminino) e bronzes para Paola Reis (elite feminino) e Vicente Garcia Pinto (Sub-23 masculino).

Boa fase no triatlo

Depois de faturar a etapa de Valência, na Espanha, Manoel Messias mostrou que está em grande forma e ficou na sexta colocação na etapa da Copa do Mundo de Triatlo em Karlovy Vary, na República Tcheca, com o tempo de 01:52:19. O campeão foi o húngaro Csongor Lehmann com 01:51:10. Além de Messias, o Brasil também foi representado por Kauê Willy, no masculino, e Luisa Baptista e Vittoria Lopes no feminino.

Base da canoagem velocidade brilha

A base da canoagem velocidade teve um grande desempenho no Olympic Hopes, competição que reuniu os principais atletas jovens da modalidade em Bratislava, na Eslováquia. A dupla Lucas Santos e Mateus Bastos competiu no C2, da classe Sub-15/16, e conquistou ouro nos 1000 metros e prata nos 500 metros. Mateus ainda foi bronze no C1 1000 metros Sub-16 e Lucas no C1 500 metros Sub-15. Adriely Santos Viana também representou o país na competição e a equipe foi liderada pelo treinador Lauro de Souza Júnior. A competição faz parte da preparação brasileira para desenvolver novos atletas visando os próximos ciclos olímpicos e contou com atletas de 40 países.

Atletismo vence Sula Sub-18

O Brasil ficou com o título de campeão do Sul-Americano Sub-18 de Atletismo, realizado em São Paulo. Após três etapas da competição, que reuniu 269 atletas de 11 países, a seleção brasileira manteve a hegemonia de título no continente ao somar 347 pontos, conquistando 40 medalhas (12 de ouro, 17 de prata e 11 de bronze).

Informações do COB.