Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Apesar de promessa, Santos segue sem quitar salários atrasados do elenco

(Foto: Reprodução) - Apesar de promessa, Santos segue sem quitar salários atrasados
(Foto: Reprodução)

A promessa da diretoria do Santos de quitar os salários atrasados ainda não foi cumprida. Embora Bruno Carbone, membro do Comitê de Gestão, tenha assegurado na última quinta-feira que o pagamento seria realizado em 48 horas, o lateral-esquerdo Felipe Jonatan confirmou nesta segunda que o clube ainda não quitou o débito.

O lateral, porém, explicou que a diretoria teve uma reunião com os jogadores e assegurou que o pagamento será feito ainda nesta semana. Assim, Felipe Jonatan foi mais um jogador a adotar um discurso em tom contemporizador e de confiança de que a diretoria vai logo realizar o acerto.

"A gente teve uma conversa com a diretoria. Ele deram o aval de que vão regularizar nessa semana. Demos um voto de confiança na diretoria, sempre foram leais com a gente. Passaram que resolverão nessa semana", afirmou, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé.

Independentemente do problema, o Santos voltará a campo nesta terça-feira, quando vai enfrentar o Red Bull Brasil no Moisés Lucarelli, às 20 horas. Como venceu na ida por 2 a 0, pode até perder por um gol de diferença para avançar às semifinais do Campeonato Paulista. Porém, uma vitória garante ao time a passagem de fase com a melhor campanha da competição.

Felipe Jonatan assegurou, porém, que o objetivo é se garantir na próxima etapa do torneio, independentemente do cenário para a sequência do Paulistão. "Eu acho que temos que estar focados no jogo de volta. Temos grande vantagem, por termos saído com resultado positivo. Se não estivermos ligados, a gente sabe da qualidade do Red Bull Brasil. Queremos liderança geral, sempre entraremos para vencer e pelos três pontos. Mas os pontos seguem contando e entraremos focados pela vitória", disse.

O jogo com o Red Bull Brasil será o sexto de Felipe Jonatan pelo Santos, sendo que ele conquistou a titularidade da lateral esquerda assim que foi contratado junto ao Ceará. O próprio atleta reconhece, porém, que ainda não brilhou com a camisa do clube, apontando que não exibiu o seu melhor futebol e admitindo que precisa se soltar no novo time.

"Não fiz meu melhor jogo ainda, mas tenho certeza que esse jogo e o da minha estreia foram os melhores. Ainda tenho muito a evoluir, não sinto a mesma confiança que tinha no Ceará, mas espero melhorar treino a treino e jogo a jogo. A tendência é melhorar na parte defensiva e se soltar no ataque. Aos poucos saem assistências, gols e a confiança que tinha no Ceará virá", comentou.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo