Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Após ano irregular, elenco conversa com Ceni e prevê recomeço em 2017

O retorno de Rogério Ceni ao São Paulo é sinal de esperança para o elenco. A agremiação tricolor não teve um 2016 vitorioso e, agora, a presença do ex-goleiro significa um recomeço e boas perspectivas para a próxima temporada.

"O ano de 2016 foi o que eu mais joguei aqui. Coletivamente não foi o melhor ano aqui no São Paulo, mas individualmente acredito que fui muito bem. Para o ano que vem, todo mundo já conversou com o Rogério. A gente tem uma expectativa muito boa para 2017", disse João Schmidt.

No Campeonato Paulista, o São Paulo encerrou sua participação com uma derrota por 4 a 1 para o Audax, nas quartas de final. Na Libertadores, a equipe bateu na trave e foi eliminada nas semifinais. E, por fim, no Campeonato Brasileiro, o time tricolor sofreu mais e viu próximo o risco do rebaixamento.

Apesar disso, o clube do estádio do Morumbi encerrou a competição nacional com 52 pontos, na 10ª colocação da tabela de classificação. Na última rodada, o São Paulo goleou o Santa Cruz por 5 a 0 e o treinador Pintado creditou parte do bom resultado à volta de Ceni.

"Estou feliz com a chegada dele e o elenco ficou muito motivado. Importante terminar o ano com uma alegria dessas para nosso torcedor", declarou o comandante em entrevista ao Premiere FC.

Autor de dois gols no triunfo sobre o time pernambucano, Chávez também tem boas expectativas em relação à próxima temporada são-paulina. E a causa é a mesma: Rogério Ceni.

"Sabemos que não foi o melhor ano do São Paulo, mas para mim foi muito positivo, consegui jogar quase todas e fazer gols. O ano que vem será um recomeço, algo importante, com o técnico que foi o maior ídolo do São Paulo. Já conversamos, sabemos que ele vai querer conquistar coisas importantes, assim como nós", falou o atacante.

A estreia oficial do ex-goleiro como técnico será apenas na Florida Cup, nos Estados Unidos, em janeiro. Na última rodada do Brasileiro, a equipe fica sob o comando de Pintado.