Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Após demissão de Roth, Inter confirma Lisca como técnico para rodadas finais

(Foto: Divulgação)  - Após demissão de Roth, Inter confirma Lisca como técnico
(Foto: Divulgação)

Poucas horas depois de demitir Celso Roth, que caiu após o empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, na noite desta quinta-feira, no Beira-Rio, o Internacional anunciou, já na madrugada desta sexta, a contratação de Luiz Carlos de Lorenzi, o Lisca, como novo técnico da equipe para as três rodadas finais do Campeonato Brasileiro.

O comandante de 44 anos, que começou a sua carreira de treinador nas categorias de base do próprio Inter, será apresentado oficialmente pelo clube já na manhã desta sexta-feira, às 10 horas, antes de dirigir o seu primeiro treino na equipe à tarde.

Lisca, por sinal, acumulou três passagens pelo time colorado como técnico nas categorias da base, totalizando quase dez anos de serviços prestados ao clube, no qual esteve presente entre 1990 e 1994, de 1996 a 2000 e finalmente de 2006 a 2007.

O novo comandante também tem a história de sua família ligada ao Inter, pois é bisneto de Carlos de Lorenzi, goleiro do Inter na década de 1910, e neto de Jorge de Lorenzi, que jogou pela equipe gaúcha na década de 1940.

Contratado para livrar o Inter do rebaixamento, Lisca fez grande sucesso no ano passado quando dirigiu o Ceará e evitou de forma heroica que a equipe caísse para a Série C do Brasileiro após uma improvável sequência de vitórias na reta final da Série B.

Neste ano, ele comandou o Ceará e depois o Joinville, seu último clube antes de assumir o Inter. No clube cearense, ganhou o apelido de Lisca Doido por causa do seu perfil sanguíneo, e foi homenageado por um grito de torcida que ficou famoso,

"Saiu do hospício, tem que respeitar! Lisca doido é Ceará", cantavam os torcedores do Ceará.

Lisca estava desempregado deste setembro, quando foi demitido pelo Joinville, e na sua carreira como técnico profissional também dirigiu Ulbra, Brasil de Pelotas, Juventude, Porto Alegre FC, Luverdense, Caxias, Novo Hamburgo, Náutico e Sampaio Corrêa, antes de finalmente comandar Ceará e Joinville.

O Inter ocupa a 17ª posição do Brasileirão, com 39 pontos, encabeçando a zona de rebaixamento. O time voltará a campo na segunda-feira, quando enfrentará o Corinthians, no Itaquerão, pela antepenúltima rodada. Em seguida, fechará a sua campanha em duelos contra o Cruzeiro, no próximo dia 27, no Beira-Rio, e jogará fora de casa na rodada final, contra o Fluminense, no dia 4 de dezembro, no Maracanã.