Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Após dizer que estadual ‘mancha currículo’, Autuori diz que clube quer vencer

(Foto: Arquivo / William Bittar) - Após dizer que estadual ‘mancha currículo’, Autuori muda discurso
(Foto: Arquivo / William Bittar)

Em entrevista coletiva no dia 7 de abril, quando aconteceu toda a indefinição sobre o Campeonato Paranaense, o técnico do Atlético, Paulo Autuori, chegou a afirmar que o estadual não era uma conquista, mas serviria para ‘manchar’ o currículo do clube vencedor. “Qualquer profissional que conseguir ganhar este título, em vez de enriquecer o seu currículo, vai manchar porque é vergonha”.

Mesmo criticando as decisões da Federação Paranaense de Futebol (FPF), o comandante rubro-negro mudou o discurso e considera agora que conquistar o título é importante por toda a situação envolvendo o Atlético. “É um absurdo o que aconteceu conosco no campeonato. É uma competição desorganizada desde o início, o que nos faz pensar que será muito importante o clube ganhá-la”.

A crítica do treinador agora é a punição do TJD-PR aos jogadores que se envolveram na confusão após o jogo entre Paraná e Atlético nas quartas de final. “O recado que nós vamos dar é dentro de campo”.

Com todas as objeções ao campeonato, Autuori afirmou que a equipe que jogará neste domingo (23), às 16h, contra o Londrina, no Estádio do Café, será o time alternativo e não o time que enfrentará o Flamengo no meio da semana pela Libertadores. “Vamos entrar com uma equipe nova mais uma vez, é assim que vamos conquistar nosso objetivo, respeitando muito o Londrina”.

Dessa forma, o Atlético deve entrar em campo com: Santos; Cascardo, Zé Ivaldo, Wanderson, Nicolas; Luiz Otávio, Renan Paulino, João Pedro; Iago, Luis Henrique e Crysan.