Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Após empate, Tite exalta volume ofensivo e diz que apenas Brasil merecia vitória

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF) - Tite exalta volume ofensivo e diz que apenas Brasil merecia vitória
(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O técnico Tite não escondeu na última segunda-feira a alegria em comandar a seleção brasileira no estádio de Wembley contra a Inglaterra, no seu primeiro teste contra uma equipe europeia desde que assumiu o posto de comandante no time nacional. Em sua entrevista coletiva pós-jogo, nesta terça-feira, em Londres, o treinador estava mais sério, mas não se disse frustrado com o empate por 0 a 0 no amistoso de preparação para a Copa do Mundo de 2018.

O comandante exaltou o maior volume ofensivo da seleção brasileira diante de um adversário que se preocupou mais em se defender e evitar uma possível derrota do que buscar um triunfo diante dos seus torcedores.

"Duas escolas e duas propostas diferentes, uma de pressão alta, tentando buscar o jogo articulado, e outra de compactação e de bola de velocidade. Tipo assim: 'Eu vou fazer o contra-ataque e, no seu erro, vou fazer o gol'. Esse foi o desenho do jogo. Nessas características as oportunidades são mais diminuídas. As grandes oportunidades quem teve fomos nós. E talvez, me corrija se eu estiver errado, tenha havido muito poucas oportunidades de perigo da Inglaterra", analisou o comandante.

Já ao falar sobre a importância do resultado em si, o treinador evitou ficar lamentando o fato de que a seleção brasileira não soube aproveitar as chances que teve de marcar, assim como ressaltou que, para ele, apenas o seu time mereceria ter saído de campo com uma vitória nesta terça-feira em Wembley.

"Se tivesse uma equipe para vencer o jogo seria o Brasil, pelo número de oportunidades e pelo que produziu. (…) O jogo foi mentalmente muito forte, com nível de concentração muito alto. Se tu começa a te expor, se fica de uma forma inquieto demais - eu coloquei isso a eles -, tu começa a te abrir demais e a desestruturar a equipe, o sistema defensivo. Era tudo o que a Inglaterra queria. Mas a gente aprendeu", destacou Tite, para depois discorrer sobre o desenho tático que enxergou dentro de campo.

"Por exemplo: as movimentações táticas no segundo tempo do jogo. Um jogador que joga contra uma linha de 5 tem de estar em uma amplitude muito aberta, tem de estar em cima de linha, porque tu abre essa linha de cinco e os espaços de infiltração acabam sendo maiores. Esse jogo nos mostrou: um flutua, mas o outro deve estar muito aberto. Esse jogo nos mostrou aspectos importantes, de aprendizado para mim", completou.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo