Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Após vice, Dorival pede que não haja desmanche no Santos e espera reforços

 O técnico do Santos, Dorival Júnior, vê a manutenção do atual elenco como fundamental para o sucesso em 2017. Com esses jogadores, o treinador conseguiu levar a equipe ao vice-campeonato do Brasileiro. Isso veio graças à vitória no domingo (11), por 1 a 0, sobre o América-MG, na Vila Belmiro, e o empate do Flamengo com o Atlético-PR.

A equipe paulista terminou a competição com os mesmos 71 pontos do time carioca, mas ganha no primeiro critério de desempate (número de vitórias).

Além de pedir para a diretoria que o elenco seja mantido, o treinador quer a chegada de bons reforços para 2017, ano em que o clube voltará a disputar a Libertadores, o que não acontece desde 2012.

"A manutenção (do elenco) será fundamental tão quanto a chegada de novos jogadores. Espero manter esta equipe. E precisaremos de alguns elementos. Estamos finalizando a formação desse elenco e necessitamos de jogadores importantes, que venham para dar mais corpo a essa equipe", disse Dorival.

O treinador elogiou o empenho dos seus jogadores em 2016, que, além do vice do Brasileiro, conquistaram o título do Campeonato Paulista.

"Independentemente dos nomes que venham, que eles (os atuais atletas do elenco) mantenham a postura que a equipe vinha apresentando. Todo mundo entra sabendo o que vai executar. Esse foi o ponto mais importante", afirmou o treinador.

"O resultado tem sido construído em jogadas trabalhadas. Não é uma equipe que acha o gol ou conta com erro do adversário. As jogadas são trabalhadas e finalizadas quase dentro da área. Mudamos algumas características. Fico feliz porque foi uma condição mostrada e eles abraçaram", disse.

Diferentemente dos últimos anos, a lista de dispensas do Santos para 2017 deve ser pequena. Segundo apurou a reportagem, apenas três jogadores estão entre os que não terão seus vínculos renovados com o clube -o volante Valencia e os atacantes Paulinho e Joel. Os dois primeiros, aliás, deixaram o clube antes da última rodada do Campeonato Brasileiro.

Existem outros atletas que podem ser envolvidos em negociações com outros clubes no mercado do futebol. Casos de Rafael Longuine, Emiliano Vecchio, Matheus Nolasco, Fernando Medeiros, Daniel Guedes, Fabián Noguera e Lucas Veríssimo.

Sobre a chegada de reforços, o clube está perto de trazer o zagueiro Cleber, do Hamburgo. O clube alemão pede 3 milhões de euros (cerca de R$ 11 milhões) para liberá-lo. O Santos enviou o empresário Luiz Taveira para tentar reduzir a pedida.

A diretoria do clube paulista ainda busca outros nomes como o centroavante Luis Fabiano, que rescindiu o seu contrato com o Tianjin Quanjian, da China, além de Michel Bastos, vinculado ao São Paulo, mas que não permanecerá no rival para a próxima temporada. Outros alvos são o meia-atacante Marcos Guilherme, do Atlético-PR, e o atacante Carlos, do Atlético-MG.

Para a próxima temporada, o clube alvinegro já tem acertados o atacante Vladimir Hernández, do Junior Barranquilla, e o lateral direito Matheus Ribeiro, de 23 anos, campeão da Série B com o Atlético-GO.