Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Argentina faz 3 na Colômbia e sobe para 5º nas Eliminatórias

(Foto: Divulgação)  - Argentina faz 3 na Colômbia e sobe para 5º nas Eliminatórias
(Foto: Divulgação)

Na ressaca da derrota para o Brasil, na rodada passada, a seleção da Argentina se recuperou nesta terça-feira com uma boa vitória sobre a Colômbia. Jogando em casa, na cidade de San Juan, o time de Lionel Messi aplicou 3 a 0 nos colombianos e subiu uma posição na tabela das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo. Lucas Pratto, do Atlético-MG, marcou um dos gols dos anfitriões e saiu aplaudido de campo.

Com esta reação na competição, após levar 3 a 0 do Brasil, a Argentina chegou aos 19 pontos e subiu para o 5º lugar, mais perto da zona de classificação para o Mundial da Rússia. Somente os quatro primeiros entraram diretamente na Copa - o quinto colocado disputa repescagem.

Já a Colômbia deixou a zona de classificação com o revés desta terça. O time de James Rodríguez e Copete, do Santos, segue com 18 pontos, caindo do terceiro para o sexto posto na tabela. A seleção colombiana agora só poderá se recuperar em março do próximo ano, quando as Eliminatórias serão retomadas. Seu próximo adversário será a Bolívia. A Argentina vai encarar o Chile.

O JOGO - Pressionado pelos últimos resultados nas Eliminatórias, o time argentino não deu sossego ao rival colombiano e foi para cima desde o apito inicial. Aos 5 minutos, Messi já levava perigo à defesa dos visitantes, ao cobrar falta na área. Otamendi subiu de cabeça e mandou rente ao travessão.

Apenas quatro minutos depois, o mesmo Messi não perdoou. Em bela cobrança de falta, abriu o placar em finalização perfeita, que atingiu o travessão antes de entrar. O atacante do Barcelona era o grande nome do jogo, armando as principais jogadas da Argentina e ainda arriscando finalizações.

Aos 22, em mais um belo momento no duelo, Messi cruzou na área com precisão, encontrando Pratto praticamente livre de marcação. O jogador do Atlético-MG cabeceou com firmeza e marcou o segundo gol dos anfitriões.

Do outro lado, James Rodríguez tinha a missão de exercer as mesmas funções de Messi. E até se destacou com duas boas jogadas com Falcao Garcia. Na melhor delas, Garcia cabeceou rente ao travessão, aos 18 minutos.

Para o segundo tempo, a Colômbia voltou com a entrada de Macnelly Torres, que motivou a defesa argentina a se preocupar. Depois de levar dois sustos, a Argentina retomou a postura ofensiva e voltou a impor perigo no ataque, principalmente com Di Maria. Aos 7, em lance com Pratto, quase anotou o terceiro dos anfitriões. Aos 22, Di Maria carimbou a trave.

Mas, a partir dos 30 minutos, o time argentino começou a dar sinais de cansaço. Edgardo Bauza trocou Pratto, que saiu de campo aplaudido pela torcida, por Higuaín na tentativa de manter o ímpeto ofensivo. A Colômbia seguiu mais ofensivo nos minutos finais, com direito a bola na trave de James Rodríguez. Porém, não conseguiu nem reduzir a desvantagem no placar.

Mais eficiente, a Argentina atacava menos, mas era mais aguda. E Messi seguia assustando. Aos 39, iniciou a jogada com passe de letra e, após roubar a bola da defesa, deu assistência precisa para Di María estufar as redes, sacramentando a vitória.