Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Athletico vence nos pênaltis e é campeão do Paranaense

Athletico vence nos pênaltis e é campeão do Paranaense

Neste domingo (21), a partir das 16h, Athletico Paranaense e Toledo se enfrentaram na Arena da Baixada, em Curitiba, para decidir o Campeonato Paranaense, que terminou com o título do Furacão nos pênaltis.


Para o jogo, o Athletico escalou Léo, Lucas Halter, José Ivaldo, Eder, Khellven, Erick, Matheus Rossetto, Vitinho, João Pedro, Bergson e Marquinho. Já no Toledo, foram definidos André Luiz; Everton, Eduardo, Fandinho, e Matheus Duarte; Jhonatan, Khevin, Revson e Pacato, Marcelinho e Eduardinho.

Primeiro tempo

O jogo começou com o Furacão pressionando e o primeiro gol saiu já aos 6’ do primeiro tempo, com o volante Matheus Rossetto. O jogador fez uma cobrança de falta rasteira que bateu na trave direita e entrou no gol.

O Athletico quase marca o segundo aos 22’, com Bergson, mas o goleiro André Luiz conseguiu segurar. Quase no final do primeiro tempo, aos 41’, o Furacão tentou marcar, mas André Luiz defendeu. Logo depois, na cobrança de escanteio, Erick mandou de cabeça, mas pegou na trave. O primeiro tempo teve dois minutos de acréscimo e terminou no 1x 0.

Segundo tempo

O Toledo voltou reagindo com um cruzamento de perigo de Revson aos 9’ e chute de Eduardinho, mas o goleiro do Furacão defendeu e a bola saiu. André Luiz fez outra boa defesa aos 12’ do chute de Poveda, que tinha acabado de entrar para substituir João Pedro.

O Athletico continuou pressionando e perdeu um gol aos 32’, com bola na trave. Já o Toledo ainda tentou marcar aos 35’, mas a bola não entrou. O segundo tempo foi até 50’ e a decisão foi para os pênaltis.

Pênaltis

Os pênaltis foram batidos por Bergson, Gabriel Poveda, Lucas Halter, Matheus Anjos, Marquinho e Khellven do Athletico, e Revson, Jonathan, Léo Teles, Guilherme Rend, Júlio Pacatto e Adriano, do Toledo. O goleiro Léo, do Furacão, conseguiu defender o chute de Adriano. Com o resultado, o Athletico levou o título de campeão do Campeonato Paranaense.