Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Atlético empata com Júnior Barranquilha na final da Copa Sul-Americana; veja como foi

(Foto: Conmebol) - Atlético empata na final da Copa Sul-Americana; veja como foi
(Foto: Conmebol)

O Atlético-PR empatou com o Júnior Barranquilha por um a um, na final da Copa Sul-Americana 2018, no Estádio Metropolitano, na Colômbia. Os gols da partida foram marcados por Pablo e González.

Atlético marca muito, mas não desenvolve com a bola no pé

O primeiro tempo da primeira partida da Final da Copa Sul-Americana foi longe do esperado pela torcida dos dois times. O Atlético-PR demonstrou uma postura defensiva forte, mas não foi efetivo com a bolas nos pés. A equipe da casa até tentou jogadas individuais com Díaz, mas Thiago Heleno, extremamente concentrado, cortou as tentativas do lado direito.

Os goleiros, Santos e Viera, não precisaram trabalhar nos primeiros 45 minutos. O primeiro tempo foi morno, com muita marcação e pouca coletividade com a posse de bola. Diáz, de 21 anos, é o destaque do primeiro tempo, com muita movimentação e alguns dribles agressivos.

Posturas diferentes, mas empate prevalece

Se no primeiro tempo as equipes não mostraram muito potencial com a bola nos pés, o início da segunda etapa foi completamente diferente. Em contra-ataques rápidos, as duas equipes apostaram na velocidade dos jogadores e foi em uma dessas jogadas que Pablo abriu o placar para o Atlético-PR. Após passe longo de Nikão, o atacante bateu de primeira no canto direito do goleiro Viera e jogou nas redes. 

Menos de dois minutos depois, a equipe do Júnior Barranquilha empatou o jogo após um bate rebate dentro da área, que sobrou para González. O jogador girou com categoria e marcou o gol.

As equipes continuaram com a postura agressiva, até que Rony fez pênalti em Gutiérrez. O juiz marcou pênalti e teve a confirmação do árbitro de vídeo. Pérez cobrou e explodiu a bola no travessão, mal deu tempo para o goleiro Santos se mexer.

O jogo esfriou e o Atlético-PR marcou próximo e não deixou a equipe colombiana avançar no seu campo de defesa. O Júnior Barranquilha teve a última chance da partida com Ruiz, já nos acréscimos, mas parou no goleiro Santos.

Veja como foi o jogo, lance a lance: 

Colaboração Mateus Bossoni

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo