Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Atlético Nacional vence decisão por pênaltis e fica com 3º lugar do Mundial

(Foto: Reprodução / Site Oficial) - Atlético Nacional vence por pênaltis e fica com 3º lugar do Mundial
(Foto: Reprodução / Site Oficial)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O terceiro lugar do Mundial de Clubes acabou decidido nas penalidades. Depois de um empate por 2 a 2 no tempo normal, Atlético Nacional e América do México precisaram das cobranças de pênalti para definir o vencedor da partida disputada neste domingo, no estádio Internacional de Yokohama. E o time colombiano levou a melhor, convertendo quatro cobranças contra três dos mexicanos.

Com o terceiro lugar, o Atlético Nacional, que foi surpreendido pelo Kashima Antlers, do Japão, nas semifinais, garante uma premiação de 2,5 milhões de dólares.

Autor do segundo gol do Atlético Nacional, Guerra vinha sendo o principal destaque do time colombiano na partida. Poderia ter se consagrado como melhor da partida, mas abusou. Quando o jogo ainda estava 2 a 1, ele poderia ter marcado o terceiro, mas tentou uma 'graça' (chute no vácuo seguido de cavadinha) e acabou finalizando por cima do gol. Na sequência, o América do México empatou a partida, e ele foi substituído.

A arbitragem ignorou um suposto pênalti a favor do América do México, pouco antes do segundo gol do Atlético Nacional. Os jogadores do time mexicano chegaram a pedir para o árbitro consultar o lance no vídeo, o que não aconteceu. Vale lembrar que, segundo a Fifa, o árbitro de vídeo pode intervir em apenas quatro situações, uma delas justamente para garantir que pênaltis incorretos sejam ou não assinalados.

Já na etapa final, o árbitro assinou pênalti a favor do América do México, mas não deixou claro por qual motivo. Após cruzamento na área, Díaz deu um forte tranco em Samudio em disputa pelo alto, mas o lance continuou. Na sequência, Peralta teve o chute bloqueado por Henríquez, e só então o pênalti foi marcado. Inicialmente, o juiz deu amarelo para Henríquez, mas depois retirou o cartão do zagueiro e deu o amarelo para Díaz, talvez auxiliado pelo árbitro de vídeo.

PÊNALTIS

Dentre os dez pênaltis batidos, três jogadores não converteram suas cobranças. Martínez e Samudio, pelo América do México, e Nieto, pelo Atlético Nacional. Mosquera, Bocanegra, Macnelly Torres e Borja, fechando a decisão, marcaram para o time colombiano, enquanto Quintero, Peralta e Arroyo fizeram os gols mexicanos.

Se por um lado o jogo deste domingo foi o último do Atlético Nacional na temporada, o América do México ainda tem pela frente as finais da Liga Mexicana (Apertura), marcadas para os dias 22 e 25, contra o Tigres.

O jogo deste domingo pode ter sido a despedida de alguns integrantes do elenco do Atlético Nacional, inclusive do técnico Reinaldo Rueda, que está na mira do Corinthians. Guerra interessa ao Palmeiras, enquanto Berrío pode ir para o Santos.