Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Atlético perde para a Ponte e se complica por vaga na Libertadores

(Foto: PontePress/FabioLeoni) - Atlético perde para a Ponte e se complica por vaga na Libertadores
(Foto: PontePress/FabioLeoni)

O Atlético não fez uma boa partida na tarde desta quarta-feira (15) e perdeu para a Ponte Preta, no Moisés Lucareli, em Campinas, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Macaca venceu por 2 a 1, com dois gols de Danilo Barcelos. Sidcley descontou para o rubro-negro. A derrota atrapalha um pouco o objetivo atleticano de chegar à Libertadores da América.

Com o resultado, o Atlético segue com 45 pontos, em 12º lugar, mas a posição pode mudar até o final da rodada. A Ponte chegou aos 29 pontos, na 17ª posição, ainda na zona de rebaixamento.

Atlético cria primeiro, mas Ponte sai na frente

O Atlético começou bem a partida e Ribamar perdeu ótima chance logo nos primeiros minutos. Após cruzamento de Pablo da esquerda, o atacante cabeceou sozinho e mandou a bola no travessão do goleiro Aranha.

A Ponte ficou acuada no começo do jogo e aos poucos foi se soltando, mas não assustava o gol de Weverton.

Aos 37 minutos, Pavez derrubou Nino na entrada da área e o juiz marcou a falta. Na cobrança, Danilo Barcelos bateu no canto e Weverton não conseguiu alcançar. 1 a 0 para a Macaca.

Ponte amplia e Sidcley desconta, mas não evita a derrota

Na segunda etapa as duas equipes voltaram mais equilibradas e o Atlético quase marcou. Aos 15 minutos, Lucho González pegou a sobra e bateu de primeira, mas mandou por cima do gol de Aranha.

A Ponte, quando chegou, foi eficiente. Aos 21 minutos, Nino Paraíba cruzou e novamente, Danilo Barcelos apareceu. O camisa 7 cabeceou sozinho e ampliou o marcador para o time de Campinas.

Com as entradas de Douglas Coutinho e Sidcley, Fabiano Soares tentou colocar o time mais avançado e até conseguiu. Logo após a parada técnica, Sidcley aproveitou o cruzamento de Douglas Coutinho, bateu de primeira, a bola quicou no gramado e enganou Aranha.

 Aos 48 minutos, Fabrício dominou a bola dentro da área e chutou cruzado, mas o goleiro Aranha fez uma defesa milagrosa e garantiu a vitória da Ponte.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo