Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Bauza confirma Argentina com Enzo Pérez e sem Agüero para encarar o Brasil

(Foto: Deporte Valenciano) - Bauza confirma Argentina com Enzo Pérez e sem Agüero
(Foto: Deporte Valenciano)

O técnico Edgardo Bauza não quis saber de mistério e confirmou a escalação da seleção argentina para encarar o Brasil na quinta-feira, no Mineirão, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. E ele optou por uma formação mais precavida, com três volantes e sem o atacante Agüero.

Jogador do Valencia, Enzo Pérez ganhou uma vaga entre os titulares e vai compor o trio de volantes com Mascherano e Lucas Biglia. Um pouco mais à frente estará Ángel Di María, que chegou a correr risco de ir para o banco com o retorno de Messi. Pior para Agüero, que ficará apenas como opção.

"Optei por Di María e Enzo Pérez porque creio que eles serão capazes de manter o ritmo pelo lado físico. Enzo Pérez jogou nesta posição há dois anos na seleção, porque é nela que começou a jogar. Mais do que nada, estamos pensando no rival. Que não aconteça como em algumas outras partidas em que ficamos cansados", explicou Bauza nesta quarta.

Apesar de ocupar a função de volante, Pérez será incumbido também de iniciar as jogadas de ataque. "Obviamente, sempre trataremos que a bola tanto pelo Messi e o Di María quanto pelo Enzo Pérez. E que eles possam se aproximar na partida", comentou o treinador.

E se Tite manifestou a preocupação com Messi para esta quinta, Bauza não escondeu que busca uma forma de parar Neymar. O treinador, no entanto, descartou uma marcação individual no atacante brasileiro.

"Tanto ele (Neymar) quanto o Messi são jogadores de grande nível. Neymar não tem uma posição fixa com o Tite, por isso não vamos botar um homem nele o tempo todo. O que faremos é pressioná-lo onde pegar a bola, porque é muito perigoso. Acho que farão o mesmo com o Messi. São dois jogadores que não se pode deixar soltos."

Sem mistério, Bauza confirmou a escalação da Argentina com: Romero; Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Emmanuel Mas; Mascherano, Biglia, Enzo Perez e Di Maria; Messi e Higuaín.