Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Bayern vira sobre PSV e vai às oitavas; Atlético de Madrid vence e também avança

Os dois classificados do Grupo D às oitavas de final da Liga dos Campeões já foram definidos nesta terça-feira, com duas rodadas de antecedência. Um deles é o Bayern de Munique, que venceu o PSV por 2 a 1, de virada, em Eindhoven, e foi aos nove pontos na vice-liderança da chave. Já o Atlético de Madrid avançou à próxima fase da competição continental ao derrotar o Rostov pelo mesmo placar, na Espanha, resultado que o deixou com 12 pontos na liderança.

Os dois placares eliminaram a equipe holandesa e o time russo, que contabilizam apenas um ponto cada nas respectivas terceira e quarta colocações. Desta forma, não têm mais chances de alcançar Bayern e Atlético nestas duas rodadas finais, que servirão apenas pra definir um classificado à Liga Europa como terceiro colocado do Grupo D e o líder desta chave.

A próxima rodada do Grupo D será no próximo dia 23, quando o Rostov receberá o Bayern na Rússia, enquanto o Atlético de Madrid pegará o PSV, novamente atuando em casa. Caso vença e o time alemão no máximo empate em solo russo, a equipe espanhola garantirá a liderança da chave por antecipação.

O Bayern assegurou classificação com dificuldades nesta terça-feira e precisou superar um erro da arbitragem para conquistar este objetivo. Aos 14 minutos do primeiro tempo, após Neuer praticar grande defesa após cabeçada de Pröpper, que concluíra cruzamento da direita, Santiago Arias aproveitou o rebote em posição irregular e completou de cabeça para as redes.

Mesmo claramente impedido no lance, o jogador comemorou como se estivesse convicto de que o gol foi legal, enquanto Neuer exibia desespero ao gesticular para o auxiliar da arbitragem que não assinalou a irregularidade.

O Bayern, porém, não deixou se abater com o erro da arbitragem e foi para cima do time da casa. O empate quase veio aos 29 minutos, quando Robben cobrou escanteio, Lewandowski cabeceou e acertou a trave.

A igualdade no placar, porém, viria pouco depois, por meio do mesmo Lewandowski em uma penalidade. Após avançar pelo lado direito da grande área, Lahm cruzou e a bola desviou em Kimmich, antes de Guardado impedir a continuidade da jogada com o braço. O árbitro desta vez acertou ao apontar a infração cometida pelo mexicano e, aos 33 minutos, o atacante polonês bateu com categoria para empatar o jogo.

Já aos 40, quase veio a virada do Bayern após Robben descer ao ataque em velocidade e tocar na grande área para Müller, que cruzou e viu a bola desviar na marcação e sobrar para Vidal cabecear. O goleiro Pasveer fez grande defesa e evitou o gol.

O Bayern seguiu sendo superior no segundo tempo e por muito pouco não virou o jogo aos 16 minutos, novamente com Vidal obrigando Pasveer a fazer grande defesa e ver Müller, no rebote, desperdiçar outra excelente oportunidade.

Dois minutos depois, em um belo gesto da torcida local, o ídolo holandês Robben foi aplaudido de pé quando foi substituído por Douglas Costa no Bayern. E foi justamente com o atacante brasileiro que começou a bela jogada que resultou no gol da virada do time alemão, aos 28 minutos. Após invadir com habilidade pela esquerda, ele deu lindo passe para Alaba, que cruzou rasteiro para Lewandowski escorar com tranquilidade da pequena área.

E o terceiro gol do Bayern não saiu por milagre aos 39 minutos, quando Coman, que substituiu Kimmich na etapa final, cruzou para Douglas Costa ajeitar com categoria para Lewandowski. O polonês deu um bonito drible no marcador e chutou para a bola bater no travessão, na trave e não entrar na meta.

GRIEZMANN DECIDE - Se na Holanda Lewandowski foi decisivo, na capital espanhol o francês Antoine Griezmann foi decisivo ao marcar os dois gols que asseguraram a vitória por 2 a 1 sobre o Rostov. Curiosamente, nas duas ocasiões o artilheiro aproveitou bolas desviadas para trás de forma errada por defensores para balançar as redes.

O primeiro gol saiu aos 28 minutos do primeiro tempo. Após Carrasco lançar pelo meio, a zaga desviou para trás e Griezmann, com extrema categoria, tocou por cobertura e encobriu o goleiro adversário para fazer um golaço.

Já aos 30 minutos, porém, o time russo surpreendeu ao chegar ao empate. Em bela e rápida trama do ataque, Azmoun recebeu na grande área pela direita e finalizou sem chances de defesa para o goleiro Oblak para deixar tudo igual no estádio Vicente Calderón.

E, quando o empate por 1 a 1 parecia certo, o gol da vitória do Atlético veio nos acréscimos, aos 48 minutos do segundo tempo. Griezmann aproveitou uma nova bola cabeceada para trás por um defensor após lançamento do meio-campo e, nas costas do defensores, tocou novamente com categoria na saída do goleiro para decretar o 2 a 1.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo