Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Botafogo perde para o Volta Redonda e já se complica na Taça Rio

(Foto: Vitor Silva / SS Press / Botafogo) - Botafogo perde para o Volta Redonda e já se complica na Taça Rio
(Foto: Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

Se está garantido na segunda fase da Sul-Americana e na terceira etapa da Copa do Brasil, o Botafogo enfrenta dificuldades no Campeonato Carioca. Neste sábado, perdeu para o Volta Redonda por 1 a 0, no estádio Raulino Oliveira, ficando na lanterna do Grupo C com apenas um ponto em dois jogos pela Taça Rio, o segundo turno do Estadual. Na estreia, tinha empatado por 1 a 1 com o Vasco.

O Volta Redonda ocupa a liderança do Grupo B, com seis pontos, dois na frente do Vasco e do Fluminense. De quebra, ainda quebrou um longo tabu, porque não vencia o Botafogo há 13 anos em seu estádio - eram dois empates e duas derrotas desde 2006, quando ganhou por 3 a 2.

Os dois times entraram em campo em alta, com o Botafogo tendo terminado fevereiro invicto, com cinco vitórias e um empate. E a equipe tinha a presença de Diego Cavalieri no gol, no lugar de Gatito Fernandez, com uma lesão na mão, e a ausência do atacante Kieza, poupado, no banco de reservas. O Volta Redonda ostentava quatro vitórias consecutivas e com 100% de aproveitamento em casa. Apesar do bom retrospecto, o primeiro tempo não foi bom tecnicamente, com os dois times errando muitos passes.

O Volta Redonda criou a melhor chance para abrir o placar aos 31 minutos. Após cobrança de falta do lado esquerdo, Daniel apareceu entre os zagueiros para desviar de cabeça. A bola explodiu no travessão.

No começo do segundo tempo, o Botafogo tentou ser mais agressivo. Mas o Volta Redonda manteve a posse de bola, tocando a bola dentro de seu campo ofensivo. O gol saiu aos 14 minutos. Após cruzamento rasteiro, Marcelo fez o papel de pivô e rolou a bola para trás para o chute forte de Bruno Barra. A bola entrou no canto alto direito da meta defendida por Cavalieri.

Atrás no placar, o técnico Zé Ricardo tirou Kieza do banco para jogar fixo no meio do ataque. Depois, soltou o meio-campo com a entrada de João Paulo no lugar de Jean. As mudanças deram resultado. Cícero quase empatou aos 29 minutos quando arriscou chute de longe, a bola desviou e explodiu no travessão. Aos 32 minutos, o goleiro Douglas fez grande defesa, após cruzamento e desvio de Rodrigo Pimpão.

Mesmo na base do tudo ou nada, o Botafogo foi ao ataque. E quase sofreu outro gol aos 44 minutos, quando João Carlos saiu em disparada e na entrada da área chutou para a grande defesa de Cavalieri em dois tempos. Na sequência, o técnico Toninho Andrade trancou o Volta Redonda: tirou João Carlos, artilheiro da competição com sete gols, e colocou o zagueiro Allan. Fechou o time e garantiu uma importante vitória.

Pela Taça Rio, o Botafogo só voltará a jogar no dia 11, em casa, diante do Madureira. O Volta Redonda entra em campo na próxima sexta-feira, às 16h30, contra o Bangu, de novo, diante de sua torcida.

FICHA TÉCNICA

VOLTA REDONDA 1 X 0 BOTAFOGO

VOLTA REDONDA - Douglas Borges; Luis Gustavo, Heitor, Daniel e Luiz Paulo; Bruno Barra, Bileu, Marcelo (Jorge Luiz) e Wandinho; Douglas Lima (Alyson) e João Carlos (Allan). Técnico: Toninho Andrade.

BOTAFOGO - Diego Cavalieri; Marcelo Benevenuto, Helerson (Cícero), Gabriel e Jonathan; Jean (João Paulo), Rickson, Leonardo Valencia e Luiz Fernando (Kieza); Erik e Rodrigo Pimpão. Técnico: Zé Ricardo.

GOL - Bruno Barra, aos 14 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Maurício Machado Coelho Junior.

CARTÕES AMARELOS - Bruno Barra (Volta Redonda). Jean, Rodrigo Pimpão e Jonathan (Botafogo).

RENDA - R$ 67.360,00.

PÚBLICO - 2.784 pagantes (3.284 total).

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo