Brasil perde para o Paraguai e se enrola na briga por vaga olímpica

Com a colaboração de BRUNO BRAZ/Folhapress

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Em mais uma atuação ruim e com direito a pênalti perdido por Endrick, o Brasil foi derrotado para o Paraguai por 1 a 0, nesta segunda-feira (5), em Caracas (Venezuela), e se complicou no Pré-Olímpico. O gol foi marcado por Peralta.

Brasil-Paraguai-Pré-Olímpico
Reprodução/conmebol

A seleção ainda tem mais dois jogos neste quadrangular. Nesta quinta-feira (8), contra a Venezuela, e no domingo (11), diante da Argentina.

As duas seleções que somarem mais pontos ficarão com as vagas para os Jogos de Paris. Argentina e Venezuela se enfrentam ainda nesta segunda-feira (5) (5), às 20h (horário de Brasília).

Marlon Gomes cortado por lesão. O meia Marlon Gomes sofreu uma fratura na fíbula esquerda no jogo contra a Venezuela e foi cortado do restante da competição.

O JOGO

A seleção brasileira novamente começou o jogo mal e apresentando os mesmos defeitos de toda a competição: espaços cedidos no sistema defensivo e muitas falhas individuais. Para piorar, Endrick desperdiçou um pênalti e John Kennedy perdeu um gol feito antes de a equipe tomar o 1 a 0.

Na etapa final, a qualidade técnica do jogo ficou ainda menor e ocorreram muitas faltas e jogadas duras. O Brasil perdia a maioria das jogadas aéreas e a bola não chegava para Endrick e John Kennedy na frente. O técnico Ramon Menezes promoveu mudanças e sacou o atacante do Palmeiras, mas as alterações não surtiram efeito.

FICHA TÉCNICA:

  • BRASIL
  • Mycael, Khellven (Ronald), Artur Chaves, Lucas Fasson e Rikelme (Gabriel Pec); Bruno Gomes, Andrey, Alexsander e Gabriel Pirani (Marquinhos); John Kennedy e Endrick (Giovane). Técnico: Ramon Menezes.
  • PARAGUAI
  • Ángel Gomez, Alan Nuñez, Ronaldo de Jesus, Gilberto Flores e Rivas (Parzajuk); Peralta, Wilder Ferreira, Diego Gómez, Leguizamón (Fernando Román); Marcelo Fernández (Alexis Cantero) e Marcelo Pérez (Fernando Cardoso). Técnico: Carlos Jara Saguier.
  • Estádio: Brígido Iriarte, em Caracas (Venezuela)
  • Árbitro: Roberto Bruno Peres (PER)
  • Auxiliares: Enrique Jesus Pinto (PER) e Stephen Alberto Atoche (PER)
  • VAR: Leodan Franklin González (URU)
  • Cartões amarelos: Arthur Chaves, Lucas Fasson, Marquinhos (BRA); Marcelo Fernández, Fernando Cardoso, Fernando Román (PAR)
  • Gols: Peralta (PAR), aos 46 minutos do primeiro tempo
Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!
ENTRAR NO GRUPO
Compartilhe essa matéria nas redes sociais
Ative as notificações e fique por dentro das notícias
Ativar notificações
Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia
Alisha
Alorino
Antônio Carlos
Bianca Granado
Camila Santos
Edvaldo Corrêa
Elaine Damasceno
Fabiano Tavares
Gabriel Pianaro
Giselle Suardi
Guilherme C Carneiro
Mateus Afonso
Mauro Mueller
Oseias Gomes
Papai em Dobro
Tais Targa