Brasil terá jogo inédito na Copa América contra seleção treinada por mulher

O confronto entre Brasil e Venezuela desta segunda-feira (18), às 18h (de Brasília), pela 4ª rodada da Copa América Feminina, terá um fato inédito: pela primeira vez, um jogo envolvendo a seleção brasileira terá embate feminino à beira do campo, onde a técnica Pia Sundhage encara Pamela Conti, comandante da seleção adversária. O jogo terá transmissão ao vivo do SBT e do site do SBT Sports

A  treinadora da Canarinho acumula no currículo duas medalhas de ouro, com os Estados Unidos, e uma de prata, com a Suécia. Os títulos foram conquistados nos Jogos Olímpicos de Pequim, Londres e Rio de Janeiro, respectivamente. 

Já a comandante da Venezuela é Pamela Conti, italiana de 40 anos. A ex-jogadora está no início de sua carreira como técnica. Antes da equipe vinho tinto, Conti treinou apenas o sub-16 do Atlético de Madrid. A edição de 2022 tem recorde de mulheres no comando técnico de seleções: quatro: São elas: Pia, Conti, Emily Lima, à frente do Equador, e Rosana Gómez, que treina a Bolívia.

Brasil e Venezuela têm os mesmos seis pontos, dividindo a liderança do Grupo B. Após a quinta rodada, os dois primeiros de cada grupo se enfrentam na semifinal. A Copa América Feminina dá duas vagas para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 e três para a Copa do Mundo de 2023.

Informações do SBT Sports