Corinthians empata com o lanterna Juventude e vê vaga no G4 ameaçada

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Em uma noite pouco inspirada, o Corinthians tropeçou e ficou no empate por 2 a 2 contra o lanterna Juventude, nesta terça-feira (4), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), na abertura da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão ficou duas vezes na frente do placar, com gols de Giuliano e Yuri Alberto, mas não conseguiu segurar a vantagem e viu os donos da casa igualarem, primeiro com Óscar Ruíz e depois com Pitta.

Com o resultado, o Corinthians segue em quarto lugar, com 51 pontos, mas pode deixar o G4 se o Flamengo vencer o Inter nesta quarta, no Maracanã. Já o time de Caxias do Sul segue amargando a lanterna, com apenas 20 pontos.

Na próxima rodada, o Timão recebe o Athletico-PR, às 21h de sábado (8), na Neo Química Arena -este será o último compromisso do clube antes do primeiro jogo da final da Copa do Brasil contra o Flamengo, que também será disputado em Itaquera. O Juventude só volta a campo na segunda (10), às 20h, quando visita o Santos, na Vila Belmiro.

O Corinthians abriu o placar com gol de Giuliano, aos 22 minutos do primeiro tempo, após boa jogada coletiva. O Juventude empatou no primeiro minuto da etapa final, com gol de Óscar Ruíz, que havia acabado de entrar em campo. Yuri Alberto recolocou o Timão na frente aos 8, após bela finalização de fora da área, mas o time de Caxias do Sul deixou tudo igual de novo aos 16, com Pitta.

O JOGO

Diferentemente do que era esperado, o técnico Vítor Pereira escalou praticamente força máxima em Caxias do Sul. Os únicos preservados foram Fagner, que começou no banco, e Balbuena, cortado por um desconforto muscular, além de Fausto Vera, suspenso. O Timão seguiu o roteiro dos últimos jogos e teve início ruim no Alfredo Jaconi. Mesmo sem se esforçar, se aproveitou da fragilidade do rival para sair na frente.

Quando teve a vantagem, apenas administrou e seguiu produzindo pouco. Foi castigado por momentos de desatenção, e tropeçou novamente como visitante.

Com o Corinthians em um dia pouco inspirado, o Juventude mostrou uma resiliência que faltou em muitos momentos do Brasileirão para voltar ao jogo após ficar duas vezes atrás no placar, buscando o empate em ambas.

Autor do gol do Corinthians, Giuliano ganhou chance entre os titulares por causa da suspensão de Fausto Vera e a aproveitou. O meia é sempre requisitado por Vítor Pereira e é o substituto imediato de Renato Augusto. Hoje, jogou ao lado dele no meio e foi o responsável por abrir o placar. Chegou ao sexto gol na temporada e está atrás apenas de Róger Guedes (13) e Yuri Alberto (8).

DESATENÇÃO

O Timão ficou duas vezes na frente, mas não conseguiu segurar a vantagem diante do lanterna, muito por conta dos erros individuais cometidos nos lances dos gols de Óscar Ruíz e Pitta. As falhas maiores são de Raul Gustavo e Gustavo Mosquito.
O torcedor corintiano teve um momento de esperança de voltar à frente do placar na reta final do segundo tempo, quando Jean Irmer colocou a mão na bola dentro da área. A arbitragem marcou pênalti, anulado após checagem do VAR, que flagrou Gil em posição irregular.

JUVENTUDE

César; Rodrigo Soares (Paulo Henrique), Thalisson Kelven, Paulo Miranda e Moraes; Elton (Jean Irmer), Jadson (Gabriel Tota) e Chico; Rafinha (Óscar Ruíz), Pitta e Capixaba (Ruan). T.: Lucas Zanella (interino)

CORINTHIANS

Cássio; Bruno Méndez (Fagner), Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz (Adson), Giuliano e Renato Augusto (Cantillo); Gustavo Mosquito, Yuri Alberto e Róger Guedes (Mateus Vital). T.: Vítor Pereira

Estádio: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Juiz: Wagner do Nascimento Magalhaes (FIFA/RJ)
VAR: Wagner Reway (PB)
Cartões amarelos: Ruan (Juventude); Gil e Adson (Corinthians)
Gols: Giuliano, aos 23min do primeiro tempo, e Yuri Alberto, aos 8min do segundo tempo (Corinthians); Óscar Ruíz, a 1min, e Pitta, aos 16min do segundo tempo (Juventude)