Athletico identifica torcedores envolvidos em caso de racismo

O Athletico Paranaense divulgou nota na tarde desta segunda-feira (1º) informando que já estão identificados os torcedores filmados praticando atos de racismo na Arena da Baixada no último domingo (31), na partida contra o São Paulo.

No comunicado, o clube informa que o caso foi enviado à Câmara de Ética e Disciplina, e reforça que as informações também foram repassadas às autoridades “para investigação e eventuais providências necessárias”.

“O Athletico novamente reitera que repudia veementemente quaisquer atos de racismo e que nunca tolerará comportamentos racistas dentro da Instituição”, finaliza o comunicado emitido pelo clube.

O delegado Luiz Carlos de Oliveira, responsável pela Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos (Demafe), informou que a Polícia Civil investiga o caso e vai analisar as imagens cedidas pelo clube para trabalhar na identificação de todos os envolvidos.

“Um repórter fotográfico que faz a cobertura do São Paulo disse ter sido agredido com palavras de racismo. Nós estamos investigando esse fato, já solicitamos para o Athletico, clube mandante do jogo, que nos forneça as imagens e, assim que tivermos essas imagens, nós vamos identificar os torcedores se possível”, assegura o delegado.

Oliveira também diz que a jovem filmada fazendo gestos racistas também já está identificada. “Tem outra aparição de uma moça que aparece fazendo gestos com se fosse um macaco que seria para a torcida do São Paulo. A moça já foi identificada e é menor de idade”, afirma o delegado, ressaltando que o boletim de ocorrência já foi encaminhado ao Poder Judiciário.