Em jogo de duas viradas, Palmeiras vence o Bahia por 3 a 2

Noite de tirar o fôlego dos torcedores de Palmeiras e Bahia. Neste domingo (27), as duas equipes se enfrentaram pela sétima rodada do Brasileirão, no Allianz Parque, e fizeram um confronto eletrizante do início ao fim. Com boas chances criadas para os dois lados e gols marcados logo no começo e já nos acréscimos, o Verdão levou a melhor e venceu por 3 a 2.

Com o resultado, o Palmeiras agora tem 13 pontos e ocupa o terceiro lugar da tabela da Série A. O Esquadrão de Aço, com 11, aparece na quinta posição.

O jogo

O primeiro tempo no Allianz Parque foi de adrenalina pura. Palmeiras e Bahia fizeram um jogo com muitas chances para os dois lados e saíram para o intervalo com o placar empatado em 1 a 1. Logo aos cinco minutos, Gustavo Scarpa cobrou falta de longe e mandou uma pancada de perna esquerda para acertar o ângulo e colocar o Verdão na frente. O Esquadrão de Aço levou o mesmo tempo para deixar tudo igual. Aos dez, Rodriguinho cobrou falta na área, e Luiz Otávio surgiu entre os zagueiros para cabecear para o fundo das redes.

Depois, a partida seguiu movimentada. O Bahia levou perigo em cabeçada de Rodriguinho, parado em defesa de Jaílson. O Verdão respondeu com Luiz Adriano, que recebeu pela direita e chutou cruzado para boa defesa de Matheus Teixeira. Aos 22, outra jogada perigosa dos donos da casa: Danilo Barbosa finalizou livre após cruzamento de Roni e acertou a trave – mas a jogada já havia sido parada por impedimento. Matheus Bahia, que finalizou à esquerda do gol, e Rodriguinho, mais uma vez parado em Jaílson, criaram mais duas chances para o Tricolor.

As boas chances seguiram até a saída para o intervalo. Kuscevic e Gustavo Scarpa chegaram perto para o Palmeiras. E, já nos minutos finais, o Bahia pressionou e quase virou com Gilberto – que recebeu passe açucarado de Nino, mas não conseguiu finalizar – e com Thaciano, que tentou tocar por cobertura, mas viu Jaílson salvar os mandantes.

O Bahia voltou pressionando no segundo tempo e quase marcou com Rossi, que mandou na trave aos nove minutos. Depois, Maycon Douglas entrou no lugar de Rodriguinho e deixou o dele. Aos 26, chutou para fora e quase marcou. Mas, dois minutos depois, o atacante recebeu pela direita, passou fácil pela marcação e finalizou na saída de Jaílson para colocar o time baiano em vantagem. Mas a partida seguiu intensa e, na marca dos 32, Scarpa cobrou falta fechada, e Raphael Veiga desviou para voltar a empatar o placar: 2 a 2.

Mantendo o ritmo intenso visto desde o início da partida, as equipes seguiram em busca do gol. O Bahia tentou com Daniel, que recebeu passe de Rossi pela direita e acertou a trave. Depois, o Palmeiras teve boa chance com Gabriel Menino, que chutou cruzado e quase marcou. E, já na marca dos 46, Breno Lopes recebeu de Scarpa, ganhou a disputa com a zaga e finalizou para garantir a vitória ao Verdão: 3 a 2.