Cruzeiro e Chapecoense vencem no encerramento da rodada da Série B

Dois jogos completaram a 18ª rodada da Série B na tarde deste domingo (17). Em Belo Horizonte, o líder Cruzeiro venceu o Novorizontino-SP por 2 a 1, mesmo resultado do triunfo da Chapecoense diante do Náutico, em Recife.

Cruzeiro 2 x 1 Novorizontino-SP

Jogando fora de casa, no Mineirão, o Novorizontino começou pressionando no primeiro tempo em Belo Horizonte e criou duas boas chances de largar na frente. Aos 15 minutos, Ronaldo acionou Douglas Baggio, que invadiu a área e chutou cruzado para boa defesa de Rafael Cabral. Logo depois, o goleiro salvou o Cruzeiro mais uma vez quando Bruno Costa fez boa jogada pela esquerda, entrou na área e finalizou em direção ao ângulo. A Raposa foi buscando espaços aos poucos e, na marca dos 20, inaugurou o marcador. Adriano completou cruzamento da direita e mandou de cabeça no canto de Lucas Frigeri: 1 a 0. Tentando o empate, a equipe visitante ainda assustou nos minutos finais antes da saída para o intervalo, em chegadas com Gustavo Bochecha e Bruno Costa.

Na volta do intervalo, o Cruzeiro se mostrou mais ofensivo e criou mais volume de jogo nos primeiros minutos. Segurando os donos da casa e procurando espaço, o Novorizontino seguiu em busca do gol e chegou ao empate aos 28 minutos. Quirino recebeu pela direita, avançou em velocidade, se livrou da marcação e chutou de canhota para deixar tudo igual. A partir daí, o confronto ficou lá e cá, com a Raposa levando a melhor na marca dos 38. Pela direita, Rafa Silva invadiu a área e finalizou cruzado para decretar a vitória mineira por 2 a 1.

Com o resultado, o Cruzeiro segue firme na liderança da Série B, agora com 41 pontos. O Novorizontino, com 23, ocupa a 11ª posição.

Náutico 1 x 2 Chapecoense 

Com gol nos acréscimos, a Chapecoense venceu o Náutico de virada, por 2 a 1, nos Aflitos, em Recife. Com o resultado, o Verdão terminou a rodada com 21 pontos, na 13ª posição da tabela. O Timbu, com 18, segue na zona de rebaixamento e agora ocupa o 18º lugar.

Nada de gols no primeiro tempo em Recife. Com mais posse de bola, o Timbu criou mais chances de abrir o placar. Em uma das chegadas com perigo, aos seis minutos, João Lucas avançou pela esquerda, se livrou da marcação adversária e chutou para boa defesa de Vagner. Segurando a pressão dos donos da casa, a Chape também foi arriscando, como no lance aos 30 minutos, quando Betinho chutou cruzado próximo da grande área e quase balançou as redes.

Na volta do intervalo, as equipes seguiram se lançando ao ataque e balançaram as redes. Logo no primeiro minuto, Jean arriscou de fora da área, o goleiro Vagner defendeu e, na sobra, Geuvânio chutou de primeira para colocar o Náutico na frente. A Chape deixou tudo igual quando o relógio marcava 27. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Léo completou de cabeça para fazer 1 a 1. Fazendo uma verdadeira blitz na reta final da partida, a equipe alviverde virou já nos acréscimos. Xandão subiu de cabeça após escanteio e mandou a bola no cantinho de Lucas Perri para desempatar para o Verdão: 2 a 1.

Informações da CBF