Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Carille revela que Jô quase virou goleiro do Corinthians contra o Atlético-PR

O técnico do Corinthians, Fábio Carille, contou que quase colocou o atacante Jô no lugar de Walter, que precisou deixar a partida por causa de dores na coxa direita durante a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, na noite da última quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba. O treinador estava decidido a fazer a terceira e última substituição na equipe quando o goleiro se machucou e ele precisou mudar os planos.

"O Fellipe Bastos estava para entrar. Se é no minuto seguinte, talvez eu não tivesse a substituição para fazer. Senti o Rodriguinho desgastado e já estava falando com o Fellipe. Graças a Deus por um lado, mas fico chateado pelo Walter", disse o treinador, em entrevista coletiva concedida na Arena da Baixada. Se tivesse feita a terceira opção, o treinador já tinha em mente quem seria o jogador a ser improvisado como goleiro. "Pelo tamanho, seria o Jô", contou.

A assessoria de imprensa do Corinthians informou que Walter sentiu dores na coxa direita e será reavaliado nesta quinta-feira. Como Cássio está com a seleção brasileira e deverá desfalcar o time por mais dois jogos, Carille poderá ter que apostar no jovem Caíque França nas duas próximas partidas, contra Avaí, neste sábado, e Fluminense, na quarta-feira, ambas no Itaquerão, pelas rodadas seguintes do Brasileirão.

Carille faz questão de ressaltar a importância de Walter e diz que pensava em iniciar a temporada com ele como titular. "Eu já deixei claro que ele começaria o ano como titular se não fosse o problema na costela. Ele terminou 2016 jogando bem e com o Cássio em baixa. Na reapresentação (depois das férias) a gente não sabia quanto tempo ele ficaria fora e ele voltou só nas finais. Não podia falar para o Cássio: 'Vai jogando aí'. Quando saiu a convocação, ficamos tranquilos", comentou o treinador.

Apesar das palavras de apoio para Walter, Carille disse, em dezembro do ano passado, que sua intenção, na verdade, era iniciar a temporada com Cássio, que voltou a conseguir firmar como grande nome da posição no clube no decorrer da temporada.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo