Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ceará busca virada sobre a Chapecoense no Castelão e sai da zona de rebaixamento

(Foto: Lucas Moraes/Cearasc.com)	 - Ceará busca virada sobre a Chapecoense no Castelão
(Foto: Lucas Moraes/Cearasc.com)

O Ceará saiu mais uma vez da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Em jogo movimentado, o time comandado por Lisca conseguiu uma vitória importantíssima em cima da Chapecoense, por 3 a 1, dentro da Arena Castelão, em Fortaleza (CE). Doffo abriu o placar para o time visitante, mas Valdo deixou tudo igual, Arthur virou e Leandro

Carvalho decretou a vitória neste domingo à noite, em jogo válido pela 27.ª rodada.

Após o resultado positivo, o Ceará deixou a zona de rebaixamento, agora com 30 pontos. Não volta para a degola após esta rodada, mesmo se o Vasco vencer o Paraná, na segunda-feira à noite. Quem entraria é o Vitória, com 29 pontos. O time cearense só não esteve na degola na segunda rodada e agora. A campanha do técnico Lisca é de sete vitórias, seis empates e cinco derrotas.

A Chapecoense deixou o jogo com gostinho de que poderia ter escrito uma história diferente, já que Bruno Silva perdeu um gol inacreditável com apenas três minutos do segundo tempo, quando o clube ainda vencia a partida. O resultado manteve o time catarinense com 28 pontos.

Dentro de casa, o Ceará começou o jogo pensando em controlar a posse de bola, para não dar espaço ao adversário, mas acabou caindo na armadilha por ser previsível. O time de Lisca trocava muitos passes no meio de campo, sem objetividade, facilitando para a marcação da Chapecoense, que esperava por um erro para puxar o contra-ataque. Com 23 minutos, Juninho Quixadá tentou quebrar a monotonia e arriscou um belo chute de fora da grande área.

Em lance aparentemente inofensivo, a Chapecoense conseguiu abrir o placar. Bruno Pacheco ganhou da marcação na velocidade pela esquerda e cruzou rasteiro, quase na marca do pênalti. O goleiro Everson saiu da meta para tentar afastar, mas acabou jogando nos pés do argentino Agustín Doffo, que só escorou com leve toque por cima para o fundo das redes, aos 34 minutos.

O gol acordou o Ceará, que finalmente cresceu de produção e passou a agredir o adversário. Com 40 minutos, Arthur recebeu um belo cruzamento no meio da grande área, subiu sozinho e testou firme, mas passou por cima da meta. Depois, aos 44, Leandro Carvalho cruzou fechado e Jandrei precisou dividir com Calyson para ficar com a bola.

No início do segundo tempo, com apenas três minutos, a Chapecoense teve a chance de mudar a história da partida. Em lançamento longo para Arthur, Everson saiu da meta e tentou afastar, mas acabou jogando nos pés de Diego Torres, que rapidamente acionou Bruno Silva. Sem goleiro, o atacante tinha duas opções de passe, mas preferiu arriscar contra o gol e acabou chutando no meio do gol em cima do zagueiro Valdo, que conseguiu afastar.

Entrou em ação, então, a tão famosa lei do quem não faz, toma. Com 10 minutos, em cobrança de falta, Arthur escorou para o segundo pau e Valdo apareceu livre para só escorar para o fundo das redes. Em seguida, com 13, Arthur recebeu em velocidade pela direita, ganhou da marcação com o corpo, entrou na grande área e bateu com muita força, no ângulo de Jandrei, que não teve a menor chance de evitar a virada.

Fechando a vitória importantíssima dentro de casa, Leandro Carvalho recebeu um lançamento pela direita, com total liberdade para avançar. O atacante carregou até a grande área, puxou para a linha de fundo e bateu cruzado. A bola passou por baixo do goleiro Jandrei e morreu no fundo das redes, aos 31 minutos.

No próximo sábado, às 16 horas, a Chapecoense recebe o Atlético-MG na Arena Condá, em Chapecó, pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Ceará teve seu confronto adiado contra o Cruzeiro, que tem compromissos pela Libertadores e Copa do Brasil. Por isso, o próximo jogo do clube nordestino é só no dia 15 de outubro, às 20 horas, contra o Botafogo, na Arena Castelão, pela 29.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 3 X 1 CHAPECOENSE

CEARÁ Éverson; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio e Felipe Jonatan; Edinho, Richardson e Juninho Quixadá (Ricardinho); Arthur (Ricardo Bueno), Calyson e Leandro Carvalho (Eder Luis). Técnico: Lisca.

CHAPECOENSE Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo (Canteros) e Diego Torres (Vinícius); Doffo, Victor Andrade (Bruno Silva) e Leandro Pereira. Técnico: Guto Ferreira.

GOLS - Doffo, aos 34 minutos do primeiro tempo; Valdo, aos 11, Arthur, aos 13, e Leandro Carvalho, aos 31 do segundo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS - Luiz Otávio, Arnaldo, Leandro Carvalho e Arthur (Ceará); Eduardo, Rafael Thyere, Canteros, Bruno Pacheco e Victor Andrade (Chapecoense).

RENDA - R$ 310.170,00.

PÚBLICO - 27.485 pagantes.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo