Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ceni promoverá mudanças na preparação de goleiros

A vida dos goleiros do São Paulo vai mudar em 2017. A partir de janeiro, Sidão, Denis e Renan Ribeiro passarão a ter no banco de reservas um especialista da posição como técnico, Rogério Ceni.

Porém, muito antes de o ex-camisa 1 comandar os treinamentos algumas mudanças foram promovidas. A primeira foi a contratação de Sidão, que defendeu o Botafogo no último Campeonato Brasileiro.

A chegada do arqueiro de 33 anos com a aprovação de Rogério Ceni mostra a preocupação do treinador com a posição e algumas tendências de como o trabalho será desenvolvido.

Sidão, que defendeu o Botafogo no Brasileirão-2016, ficou conhecido por seu trabalho no Audax. Até mesmo pelo sistema tático imposto pelo técnico Fernando Diniz na equipe de Osasco, ele é especialista em sair com a bola nos pés. Este quesito sempre foi treinado à exaustão por Rogério Ceni.

Denis até chegou a trabalhar cobranças de falta e pênalti. Porém, a saída de bola rápida com os pés nunca foi uma das suas principais virtudes. Renan Ribeiro também não é especialista com os pés.

Com Rogério Ceni, o trabalho de preparação de goleiros também passa a ter outro responsável. Haroldo Lamounier trabalhou com Rogério Ceni entre 2003 e 2015. No ano passado, foi substituído por Carlos Gallo e ficou nas categorias de base do clube.

O técnico também deve incentivar a competição interna e ajudar a trabalhar a preparação psicológica. Em 2016, a pressão sobre Denis foi grande e o goleiro virou alvo de muitas críticas. Para manter o foco, o arqueiro chegou até a contratar um coach, o psicólogo José Paulo Laganá.

"Falhas acontecem com quem está no campo de jogo. O Renan teve poucas oportunidades, o Denis fez a maioria das partidas. Sei o potencial do Denis, sei o que ele pode render. Foi o goleiro que mais jogou na minha ausência. Vai ser uma disputa saudável. A chegada do Sidão vai aumentar a competição e isso é muito importante", disse Rogério Ceni.

Na Florida Cup, nos Estados Unidos, em janeiro, Rogério Ceni pretende escalar um goleiro em cada partida para avaliar o trabalho e motivar os arqueiros.